Reforços para 2017 realizam exames na Toca da Raposa II

O lateral-esquerdo Diogo Barbosa e o zagueiro Luis Caicedo, primeiros reforços do Cruzeiro para a próxima temporada já estão em BH e posaram nesta quarta-feira com a camisa do novo clube. Ambos atletas estão neste momento realizando exames médicos e físicos na Toca da Raposa II.

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Cruzeiro/Divulgação

O equatoriano chegou em Belo Horizonte na madrugada de terça-feira, enquanto Barbosa desembarcou na manhã desta quarta-feira em Confins. O lateral-esquerdo veio do Botafogo após um ótimo Campeonato Brasileiro. O atleta que pertencia ao Coimbra-MG teve negociado 25% dos seus direitos econômicos com o Cruzeiro, sendo que o contrato estabelece ainda a opção de mais 25% de compra caso a diretoria celeste se interesse.

LEIA MAIS:

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Em busca de diretor de futebol, Cruzeiro recebe terceira negativa

Vicintin esclarece situação de Robinho, Willian e possível volta de Mano Menezes

Dirigente do Cruzeiro faz retrospectiva da temporada e fala de reforços para 2017

Por outro lado, Luis Caicedo chegou ao Cruzeiro depois da diretoria do clube não renovar o contrato de Bruno Rodrigo. Com isso, o equatoriano virou grande alvo para o ano de 2017. O defensor se destacou na campanha do vice-campeonato da Libertadores da América com o Independiente Del Valle. Além disso, o zagueiro defende a seleção de seu país, ganhando a posição do então titular Erazo.

Para ter Caicedo no plantel, a Raposa teve que desembolsar cerca de 1,6 milhão de dólares. O defensor chegou a ser sondado por grandes clubes, entre eles o arquirrival Atlético. Porém, na ocasião, as negociações não evoluíram.

Com 1,85m, Caicedo é um jogador de bom posicionamento defensivo, além de muita força física. Este, inclusive, são os principais atributos do atletas destacados pelo jornal equatoriano La Nacion, em reportagem que contava a história de sua ascensão no futebol.

Na próxima temporada, o Cruzeiro não disputará a Libertadores da América e terá que se contentar com a Copa Sul-Americana, além da Copa do Brasil, Campeonato Mineiro e o Campeonato Brasileiro. Contudo, a grande esperança do torcedor cruzeirense é que a base formada em 2016, juntamente com os reforços, possam mudar as expectativas para 2017.