Relembre 10 frases que marcaram a temporada do Grêmio

Grêmio
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Há quem diga, entre a torcida gremista, que valeu a pena esperar 15 anos sem grandes títulos para ter uma temporada com a de 2016. A realidade é que o Grêmio acumulou triunfos: volta de um ídolo à casamata, a quebra do jejum de taças e ainda por cima o rebaixamento do maior rival – este, pela primeira vez na história.

Em um ano tão especial para o clube, frases marcantes não faltaram ao longo dessa caminhada. Neste artigo, vamos relembrar 10 frases que foram impactantes ao longo de todo o 2016 gremista, começando pelo primeiro semestre ruim, um Brasileirão instável, a saída de Roger Machado e o triunfo com Renato Gaúcho.

LEIA MAIS:

Henrique Almeida e mais dois não ficam no Grêmio em 2017

TV aberta “ignora” participação do Grêmio na Libertadores de 2017

1° – “O grupo vai sofrer correções”, disse o presidente Romildo Bolzan Jr, ainda na Argentina, horas depois da derrota por 3×0 para o Rosario Central nas oitavas da Libertadores. Na sequência, o executivo de futebol Rui Costa seria demitido.

2° – “Hoje eu vou sair para beber de trator”, provocou Douglas, autor do gol da vitória do Grêmio por 1×0 no Gre-Nal do Beira-Rio, pelo primeiro turno do Brasileirão. Ele fez alusão ao “áudio do trator” – uma gravação vazada de Argel Fucks, então técnico do Inter, que dizia que “domingo vamos passar o trator em cima deles”.

3° – “O Roger faz milagre com o grupo que tem”, defendeu o lateral Edílson, após uma derrota de goleada por 4×0 para o Coritiba, no Paraná. Depois daquele duelo, Roger não duraria mais muito tempo no Grêmio.

4° – “O Inter veio aqui para jogar lateral na área, mais nada”, criticou Renato Gaúcho, após o empate em 0x0 na Arena, pelo Brasileirão, em um Gre-Nal com raríssimas chances de gol.

5° – “Quando ganhamos do Vitória, não teve tititi”, Renato, sempre ele, dessa vez criticando quem dizia que o Grêmio perdeu para o Sport para prejudicar o Inter, que brigava para não cair.

6° – “Sasha, você é um c…”, desabafou Luan, já com a medalha de campeão da Copa do Brasil no peito, lembrando das provocações do colorado Eduardo Sasha no início do ano.

7° – “Domingo eu vou torcer para o Sport Recife”, brincou o presidente Romildo Bolzan Jr sobre a última rodada do Brasileirão, admitindo que torcia pela queda do Inter.

8° – “Quem precisa estudar, vai lá pra fora. Quem conhece e não precisa, pode ir pra praia”, garantiu Renato Gaúcho, criticando os técnicos que vão à Europa estudar.

9° – “Quem manda no Rio Grande do Sul é o Grêmio”, disse Edílson, após a conquista da Copa do Brasil.

10° – “O campeão voltou”, Marcelo Grohe, celebrando o título sobre o Atlético-MG.

 

 

 

 

 

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.