Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ronaldo conta detalhes de fuga ‘cinematográfica’ da concentração com Romário

Romário e Ronaldo foram dois dos maiores atacantes da história da seleção brasileira, e por terem jogado juntos na amarelinha histórias não faltam e a mais famosa é a fuga da concentração, que o ‘Fenômeno’ fez questão de detalhar como foi escapar de Zagallo e comissão técnica.

Roberto Junior
Jornalista. Como todo torcedor também gosto de dar meus pitacos. Fã da seleção italiana, do Milan e do Arsenal.

Crédito: Foto: Reprodução/ESPN.com

Ronaldo chegou à seleção brasileira com 17 anos para disputar sua primeira Copa do Mundo. Na época a maior estrela era o Romário e o ‘Fenômeno’, primeiramente, relembrou das broncas que levava do ‘Baixinho’.

LEIA MAIS
RONALDO COLOCA ROMÁRIO EM TIME DOS SONHOS, MAS O CHAMA DE “ESTRANHO”; CONFIRA

Eu tomava muitas duras do Romário, mas ele na época ele fazia um monte de coisas para me ajudar. Ele via que eu tinha talento e potencial para jogar futebol, desde quando ele deu entrevista na Copa do Mundo na 94, ele falou ‘queria jogar com três atacantes’. E a capa de vários jornais: era eu, Romário e Bebeto. E aí veio todo mundo me perguntar, e aí eu falei ‘o que o Parreira quiser, estou à disposição’. No dia seguinte veio o ‘Baixinho’: ‘Pô, você não quer jogar não, p…’, se o professor quiser nada. Você tem que falar que quer jogar”, relembrou Ronaldo.

Três anos mais tarde da Copa dos Estados Unidos, a seleção brasileira disputou a Copa América na Bolívia e Ronaldo foi ‘obrigado’ a fugir da concentração juntamente com Romário. O ex-camisa 9 do Brasil contou detalhes de como foi escapar da comissão técnica.

“A fuga foi cinematográfica. Nós estávamos no hotel e eu lembro do Romário, e eu ainda garoto, ele me intimava: ‘Vamos Ronaldo, vamos’. Eu respondia ‘mas… vamos pra onde?’. Como que eu não vou? Eu vou sim'”, relembrou o ‘Fenômeno’ não segurando a risada.

“Aí ele me levou para o fundo do hotel, aí tinha a parede e ele ia com os pés na escada e as costas no muro e ia subindo. Aí ele conseguiu subir o muro e do outro lado tinha outra escada. Aí a gente desce nessa escada, ele vira ela pro outro muro. Subimos, descemos tinha outra escada, saímos e tinha um taxi na porta. Era tudo orquestrado“, completou Ronaldo.

https://www.youtube.com/watch?v=jBQ33WojTP0