Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ronaldo revela ter jogado como goleiro para passar em peneira

A carreira de Ronaldo Fenômeno é marcada por inúmeros gols e belos dribles. Entretanto, ele precisou de demonstrar potencial em uma área totalmente diferente do costume para poder, hoje, ser um dos maiores atacantes do futebol mundial.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: Reprodução/ESPN

Em entrevista ao programa Resenha ESPN, Ronaldo revelou que para passar em uma peneira teve que ir para o gol para que pudesse ser visto, já que as outras posições tinha muitos jogadores e por isso teve que pegar um atalho.

LEIA MAIS

RONALDO CONTA MOTIVO PARA NÃO TER COMEÇADO CARREIRA NO FLAMENGO

CHEIO DE MANIAS? GABRIEL JESUS REVELA JOGADOR CHEIO DE ‘FRESCURAS’ NO PALMEIRAS

REAL MADRID X KASHIMA ANTLERS: ASSISTA AOS GOLS DO TÍTULO MERENGUE

Ronaldo fez cerca de 400 gols em toda sua carreira no futebol. Até a Copa de 2014, ostentava o título de maior artilheiro de todas as Copas, com 15 gols marcados. Além de eu faro de gols, era um dos principais atacantes no ‘mano-a-mano’ utilizando um vasto repertório de dribles e técnicas para superar seus marcadores.

Entretanto, em seu início de carreira, nas quadras do Valquíria Tênis Clube, para passar na peneira, Ronaldo teve que utilizar um truque. O artilheiro teve que ir para o gol para poder entrar no clube:

Essa história é a mais determinante na minha carreira, porque com 10 anos de idade fui fazer um teste, uma peneira no Valquíria Tênis Clube, que é um clube muito pequeno perto da minha casa em Bento Ribeiro, no Rio de Janeiro. E ali, no Valquíria T.C tinha uma fila de 50 meninos para cada posição, e na fila do goleiro tinha 3 meninos. E eu fui para fila de goleiros. Aí eu fui para o gol”.

Ronaldo conta que não durou muito tempo na posição. Após ser inscrito, revelou para seus treinadores a artimanha e que era jogador de linha. Com tanta habilidade, não tiveram como negar e o resto é história.

“Fui inscrito como goleiro, aí na semana seguinte que fui inscrito eu falei que sentia muito, mas que tinha usado um truque para eles me verem jogando na linha. Eu joguei na linha, arrebentei e fiquei pelo resto da minha vida”, relembra.

A passagem pelo clube de futsal foi importante para o Fenômeno, que logo após migrou para os gramados indo para o São Cristóvão, antes de ser revelado pelo Cruzeiro, que mostrou ao mundo um dos principais “camisa 9” de toda história do futebol.

 

As melhores notícias de esportes, direto para você