Santos tem redução no número de lesões em jogadores da base

Santos x Fluminense
Foto: Flickr oficial do Santos FC

Com a disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2017 se aproximando, o Santos tenta manter seu elenco 100% pronto para a temporada. Para isto, o time tenta controlar o ritmo de treinamentos e nesta temporada obteve sucesso em evitar um grande número de lesões nos atletas.

O controle da carga de treinamentos foi aumentado, além de uma série de métodos utilizados para dosar as atividades realizadas pelos jogadores da base santista, cujas lesões caíram cerca de 36% em relação ao ano passado.

LEIA MAIS

TORCEDOR DA CHAPECOENSE ETERNIZA GOLEIRO DANILO COM TATUAGEM NO BRAÇO

“Este ano tivemos uma consolidação do método utlizado, não foi muito bem uma mudança. Aumentamos o controle da carga com um número maior de GPS nos treinos, além de um aprimoramento nas avaliações antes e depois dos treinos. Tudo isso culminou em uma melhora nos números e reduzimos em 36% as lesões musculares em toda a base do Santos”, disse o fisiologista do Peixe, Gustavo Jorge, segundo o Lance.

Com o Santos na busca do quarto título da Copa São Paulo, e com os jogos em intervalos reduzidos de tempo, tentar evitar lesões no começo do ano virou uma das prioridades dos departamentos médico, de fisioterapia e fisiologia do time para a competição.

“O segredo na Copinha é a recuperação de jogadores após as partidas. O time já está pronto e já vinha jogando. Agora, ele está em aprimoramento técnico e tático, a parte do treinador. O meu trabalho ao lado dos meus colegas é o de otimizar a recuperação dos jogadores. Para isso, a gente leva nossa estrutura para a cidade (Barueri), procura ambientes de treinamento, bons campos e além de toda a parte de suplementação. Então já estamos preparados para o início dessa maratona de jogos”, afirmou o fisologista do clube.

 

(Foto: Flickr oficial do Santos FC)