Campeonato Pernambucano: o que esperar do Náutico no hexagonal?

A segunda fase do Campeonato Pernambucano 2017 começa neste sábado (28). Com a inclusão do Trio de Ferro da Capital, seis equipes lutam pelo título de campeão estadual. Entre eles, o Náutico, que quer quebrar o jejum de 13 anos sem conquistar a maior glória do futebol do estado. Mas neste ano, as coisas tendem a ser diferentes, com um certo favoritismo alvirrubro. Veja como o Timbu vem para a edição 2017 do Pernambucano.

Mário Fontes
Estudante de Jornalismo na UFPE, fã de esportes, apaixonado por futebol mas também rugby e futebol americano.

Crédito: Equipe do Náutico na estreia pela Copa do Nordeste 2017. Créditos: Léo Lemos/Comunicação Náutico

Após o final de ano ruim, com a vaga para a Série A escapando na última rodada, o clube alvirrubro se remodelou para 2017. A começar pelo comando técnico. Givanildo Oliveira saiu, para dar lugar ao conhecido Dado Cavalcanti. Junto com “Giva”, alguns nomes presentes no time titular como o goleiro Júlio César, o lateral-esquerdo Gastón Filgueira e os atacantes Rony e Bergson deixaram o clube.

LEIA MAIS:

Fluminense encaminha empréstimo de Giovanni ao Náutico
Mercado da bola: Goleiro ex-Corinthians e Náutico é anunciado como reforço do Santa Cruz

Porém, ao menos no meio de campo, uma base foi mantida. Nomes experientes como Marco Antônio, Maylson, além do prata-da-casa João Ananias ficaram no clube. E também as contratações, pontuais, completaram o elenco à disposição de Dado. Os atacantes Anselmo, ex-Fortaleza, e Giva, ex-Santos, foram alguns dos destaques que chegaram recentemente ao CT Wilson Campos. No gol, Tiago Cardoso, ex-Santa Cruz, chega para aumentar a experiência no setor defensivo.

Na zaga, Éwerton Páscoa retorna para Pernambuco, depois de ter tido uma primeira passagem pelo Sport, sendo campeão do Nordeste em 2014.

FORÇA DA BASE

Outro ponto a se destacar no Náutico é o aumento no número de atletas da base que serão utilizados neste ano. Além do lateral-direito Joazi, que jogou no ano passado a Série B, Copa do Nordeste e Estadual, o lateral-esquerdo Manoel pode ser uma boa opção para o complemento do time titular.

Na parte ofensiva, Cal Rodrigues, no meio-campo, e Jefferson Nem no ataque, foram titulares e tiveram boas atuações no primeiro compromisso do time no ano, contra o Uniclinic/CE pela Copa do Nordeste.

Nem, que marcou dois gols contra os cearenses, já teve seu nome ligado ao Sporting/POR, mas nada de concreto chegou ao atleta revelado nas canteiras alvirrubras.

BOM INÍCIO

Sem disputar amistosos de pré-temporada, como os rivais Santa Cruz e Sport, o Náutico teve seu primeiro compromisso logo na Copa do Nordeste. A goleada por 4×0 sobre o Uniclinic/CE, na Arena de Pernambuco, foi sinal da boa atuação do Timbu.

Com um time veloz e organizado, o Náutico logo dominou o adversário mais fraco, e não teve preocupações durante o jogo.

FORÇA DA TABELA

Como os quatro melhores do Hexagonal avançam para as semifinais, o Náutico deve seguir a premissa dos anos anteriores, e se classificar. Dos times do Interior, que disputaram a primeira fase, apenas o Salgueiro, fora de casa, deve gerar uma maior preocupação, já que Central e Belo Jardim sofreram para passar chegar ao Hexagonal do Título.
Confira a tabela de jogos do Náutico no Campeonato Pernambucano:

29/01 – Náutico x Santa Cruz

01/02 – Central x Náutico

08/02 – Náutico x Salgueiro (ou 15/02)*

18/02 – Belo Jardim x Náutico

22/02 – Sport x Náutico (ou 01/03)*

05/03 – Náutico x Sport

19/03 – Salgueiro x Náutico

26/03 – Náutico x Belo Jardim

05/04 – Náutico x Central

09/04 – Santa Cruz x Náutico

*Jogos sujeitos a mudança de data