Gilvan alfineta Huracán sobre pagamento relativo a compra de Ábila

Um dos reforços contratados no segundo semestre da temporada passada,  Ramon Ábila ganhou destaque ao fazer importantes gols com a camisa do Cruzeiro. Posteriormente, o atleta perdeu um pouco de espaço devido a oscilações durante as partidas. Contudo, o artilheiro da camisa 50 voltou a ficar em evidência depois que o Huracán divulgou na imprensa que ainda faltava a diretoria da Raposa quitar o restante da primeira parcela acertada na negociação que trouxe o atacante para o clube celeste. Na coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira para a apresentação de Thiago Neves, Gilvan de Pinho Tavares alfinetou o time argentino.

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Cruzeiro/Site oficial do Cruzeiro

“Em relação ao Ábila, a dívida será quitada em duas parcelas. Não há menor possibilidade do jogador voltar ao Huracán. Ele estava preocupado em ter que retornar ao seu antigo clube, ele é doido com o Cruzeiro. O Cruzeiro vai quitar, ele vai ficar e os argentinos não vão acionar a Fifa. Não temos nenhuma preocupação em relação a isso. Temos parcelas a receber das negociações que fizemos e vamos acertar essa dívida”, explicou Gilvan de Pinho
Tavares.

LEIA MAIS:
SAIBA COMO ANDAM OS BASTIDORES DAS ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS DO CRUZEIRO
CRUZEIRO FARÁ DOIS CONFRONTOS ANTES DA ESTREIA DO MINEIRO

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“A gente sabe que a situação do Huracán não é fácil e o time corre risco de rebaixamento. E com isso estão usando a situação do Ábila para amenizar a pressão da torcida deles. Ábila é ídolo lá e eles soltam esse zum, zum, zum de que ele vai retornar. Não existe menor hipótese para que isso aconteça”, alfinetou o mandatário do Cruzeiro em entrevista coletiva.

Na temporada passada, Ábila chegou ao Cruzeiro após a negociação junto ao Huracán. O contrato prevê que a Raposa precisa adquirir os outros 50% dos direitos econômicos do atleta no final de 2017. No clube celeste, o camisa 50 marcou 12 gols em 28 partidas.