Em partida emocionante, Green Bay Packers supera o Dallas Cowboys e está na final da NFC

A semifinal da Conferência Nacional entre Dallas Cowboys e Green Bay Packers foi emocionante até o último segundo, e graças ao pé certeiro de Mason Crosby, os cabeças de queijo chegaram a sua nona final de conferência da história, justamente no dia em que comemorou 50 anos de sua primeira vitória no Super Bowl. E dentro da casa do time adversário, que havia feito a melhor campanha da NFC na temporada regular.

Rodrigo Nascimento
Colaborador do Torcedores.com, amante dos esportes americanos e do automobilismo.

Crédito: Twitter Oficial da NFL

Um duelo cheio de rivalidade, e com dois times que estavam dispostos a jogarem ao máximo para alcançarem a final da NFC. Este foi o confronto entre Dallas Cowboys e Green Bay Packers, que foi disputado na noite deste domingo no AT&T Stadium, em Dallas. E a luta pela vitória foi do primeiro ao último segundo de jogo, e não é metaforicamente falando: foi exatamente assim.

LEIA MAIS:
KANSAS CITY CHIEFS X PITTSBURGH STEELERS: SAIBA TUDO SOBRE O CONFRONTO

Com menos de quatro minutos de jogo, o Cowboys saiu na frente do placar, com o Field Goal convertido por Dan Bailey. Mas poucos minutos depois, os Packers chegaram a endzone do time da casa, e Richard Rodgers garantiu o primeiro touchdown da partida, a favor do time de Green Bay.

No segundo quarto, o jogo se tornou mais veloz, e parecia que os donos da casa era os Packers. A defesa do time de Green Bay não deu a menor chance para Dak Prescott, enquanto Aaron Rodgers teve uma atuação que beirou a perfeição, e com Ty Montgomery afinado com o quarterback dos cabeças de queijo, foram dois touchdowns em sete minutos, e uma vantagem impressionante de 21 a 3. Porém, o Dallas Cowboys reagiu, e Dez Bryant conseguiu um touchdown na campanha seguinte, diminuindo a diferença. Antes do intervalo, tivemos mais um Field Goal convertido por Dan Bailey, e o jogo ficou com o placar de 21 a 13 para os Packers.

As duas equipes voltaram para o terceiro quarto um pouco mais cuidadosas, com suas defesas segurando os ataques adversários. A unica campanha que resultou em pontos foi a favor do Green Bay, com Jared Cook recebendo mais um passe de Aaron Rodgers, e garantindo mais um touchdown. A vantagem foi para 28 a 13, e parecia que dificilmente o Cowboys conseguiria reagir…

Porém, o último quarto foi eletrizante. Para aqueles que duvidavam da capacidade do time de Dallas, Prescott mostrou que jamais se deve duvidar de seu potencial, e aliado a uma defesa que não facilitou em nada a vida do ataque dos Packers, os Cowboys fizeram o impensável até então: buscaram o empate. Primeiro, com um touchdown anotado por Jason Witten. Depois da defesa do time da casa segurar o ataque de Green Bay, foi a vez de Prescott dar um belo passe para Dez Bryant marcar seu segundo touchdown. E após isso, foi a vez de arriscar a conversão de dois pontos, que graças a Prescott, deu muito certo.

Restava então, menos de cinco minutos, e as duas equipes estavam empatadas com 28 a 28. A bola estava com os Packers, que não conseguiam avançar, e o jeito foi se contentar com um Field Goal convertido por Mason Crosby. A bola voltou para os Cowboys, que faltando pouco mais de dois minutos e meio, também converteu um Field Goal e empatou novamente a partida. A bola voltou para as mãos de Aaron Rodgers, e todo estádio ficou tenso. E sem conseguir chegar próximo da área do time de Dallas, o jeito foi arriscar um Field Goal de 51 jardas, no último segundo de jogo. Sorte do time de Green Bay, que Mason Crosby estava em uma noite inspirada, e conseguiu converter e garantir a presença dos cabeças de queijo na final da NFC contra o Atlanta Falcons.