Hexa na Austrália, Djokovic é surpreendido por uzbeque e amarga pior revés nos Grand Slams em 8 anos

Melbourne (Austrália) – O Australian Open 2017 conheceu, nesta quinta-feira, sua primeira grande zebra na chave masculina. Hexacampeão em Melbourne, o sérvio Novak Djokovic parou no excelente jogo do uzbeque Denis Istomin, 117º do ranking, e foi eliminado na segunda rodada por 3 sets a 2, com parciais 7/6(8), 5/7, 2/6, 7/6 (5) e 6-4, após maratona de 4h54.

Matheus Martins Fontes
Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Divulgação/ Australian Open

LEIA MAIS:
Internautas tiram sarro de uniforme “estilo zebra” de Roger Federer na Austrália
Sem inspiração, Bellucci é atropelado na estreia do Australian Open
Thiago Monteiro joga bem, tira set de Tsonga, mas cai no Australian Open

Tenista espanhol joga só 20 minutos e desiste, mas leva R$ 120 mil no Australian Open

Essa foi a pior derrota de Djokovic em torneios Grand Slam (os quatro mais importantes eventos do circuito mundial) desde 2008, quando caiu ainda na segunda fase de Wimbledon para o russo Marat Safin. Na Austrália, o sérvio era derrotado tão precocemente desde 2007, quando foi eliminado nas oitavas de final.

A partir de 2008, quando foi campeão pela primeira vez, o atual número 2 do mundo sempre chegou, pelo menos, às quartas de final na Austrália. Nunca antes Djokovic foi eliminado por um jogador fora do grupos dos 100 melhores da ATP em eventos Grand Slam.

O surpreendente Istomin terá agora pela frente o espanhol Roberto Bautista, que mais cedo deixou pelo caminho o britânico Kyle Edmund em sets diretos, com parciais de 6/2, 6/4 e 6/2. Vale lembrar que o uzbeque, com a vitória sobre Djoko, ganhou apenas dois de 34 jogos contra jogadores do top 10 do ranking mundial.

Confira os melhores momentos de Djokovic x Istomin:

https://www.youtube.com/watch?v=PJCn5lfhOj4