Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Jovem do Botafogo sonha alto “meu sonho é Seleção Brasileira”

Um dos destaques do time sub-20, que foi campeão brasileiro da categoria no ano passado, Gustavo Bochecha, tenta repetir o mesmo sucesso na equipe principal do Botafogo. Uma das principais apostas da diretoria, o jovem volante de 21 anos, se destacou na base por ser muito técnico com a bola nos pés. Bochecha, como é conhecido no elenco, chega aos profissionais tentando mostrar serviço por um sonho: jogar na seleção brasileira. O jogador falou ao site oficial do Botafogo.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Créditos: Site oficial do Botafogo.

“Meu sonho é a seleção brasileira. Primeiro penso em jogar no Botafogo e mostrar o meu trabalho para depois pensar em voos mais altos. Também penso um dia chegar numa equipe grande da Europa, mas a seleção é o meu objetivo principal” – disse.

 

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

LEIA MAIS

 

BOTAFOGO TERÁ NOVIDADE HOJE NO ESPÍRITO SANTO; VEJA

MERCADO DA BOLA: BOTAFOGO FECHA COM ATACANTE EX-SANTOS

SÓCIO TORCEDOR: BOTAFOGO MANTÉM PREÇOS E DIVULGA SETOR QUASE ESGOTADO

 

Humilde, o volante do Botafogo enaltece os companheiros de equipe e diz que, está aprendendo a cada dia com os mais experientes.

“Aprendo muito com o Camillo, Montillo, caras consagrados no futebol. Só de obervar também, o posicionamento vamos aprendendo. Também com o Bruno Silva, Airton, Lindoso e o Dudu Cearense, um pouco mais experiente. Está sempre conversando comigo para indicar os atalhos e ajudar a me posicionar melhor” – revelou.

Bochecha afirma que, jogava mais avançado, mas foi recuado para jogar de volantes e acabou ficando. O jovem jogador, ainda falou em quem se inspira e costuma ver jogando.

“Sempre fui assim(técnico). No começo fui meia, mas me colocaram de volante, fui bem e gostei da posição. Observo muito o futebol do Toni Kroos, do Real Madrid. Sou mais um volante moderno, chuto bem de fora da área e vou na frente também” – falou Bochecha

Para finalizar, Bochecha falou dos conselhos que recebeu de Jair Ventura, admitiu não estar com pressa de mostrar serviço e mostrou tranquilidade ao afirmar que está pronto para ajudar a equipe.

“Aqui a pegada é diferente, mas é questão de costume. Vamos acompanhando o trabalho e vai dar tudo certo. O Jair pediu para que a gente faça a mesma coisa que fizemos na base, sem queimar etapas. Está sendo muito bom. Subi no fim do ano passado, me acostumei e agora é dar continuidade no trabalho. Estou pronto para ajudar” – finalizou

As melhores notícias de esportes, direto para você