Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Mancha Verde chama Nobre de ditador e lembra episódio de “censura” a Tchê Tchê

Reportagem do jornal Folha de S. Paulo desta quinta-feira informa que Maurício Galiotte, novo presidente do Palmeiras, reatou relações com as torcidas organizadas do clube, entre elas a Mancha AlviVerde. A atitude é mais uma prova de que o novo mandatário está se distanciando do seu antecessor Paulo Nobre, visto como ditador pela uniformizada.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: Cesar Greco/ Ag. Palmeiras/Divulgação

LEIA TAMBÉM: 
Novo presidente do Palmeiras retoma relação harmoniosa com Mancha Verde

O presidente da Mancha, Nando Nigro, revelou à Folha um episódio no ano passado em que o volante Tchê Tchê foi advertido pelo clube ao visitar a sede da torcida organizada. “Ele foi comprar uma camisa para dar para um amigo dele, tirou fotos com o pessoal e depois ouviu do clube que seria multado. No passado tinha uma barreira (Nobre) que não está mais lá”.

Aniversário CLUBE EXTRA

Clique e veja as melhores promoções!

Nobre rompeu oficialmente com a Mancha em 2013 após torcedores agredirem os jogadores em Buenos Aires, incluindo o goleiro Fernando Prass. Dali em diante, o ex-mandatário negou “regalias à torcida, como venda de ingressos para as organizadas em jogos para todo país e também fora do Brasil”.

Nos dois mandatos, Nobre nem quis saber em reatar com a uniformizada e ficou irritado com o então vice Galiotte, quando ele teria saudado a torcida ainda no Allianz Parque apos o título brasileiro no ano passado.

Em medida para ajudar os torcedores, Galiotte pretende vender ingressos nas bilheterias do Allianz Parque para partidas fora da capital com autorização do mandante. Outra ideia é de garantir que a Mancha Verde fique no setor amarelo do estádio do Pacaembu, na popular “curva”, como era de praxe antes do imbróglio com Paulo Nobre.

Tudo isso faz com que Nigro e os demais integrantes da uniformizada mais aliviados. “O torcedor sofre para caramba. Com o Nobre, viajamos muito, às vezes fomos parados na estrada, chegávamos ao local e não tinha mais ingressos. O Galiotte apaga as fogueiras, sempre esperamos isso dele. Ele não é um ditador, mas um agregador”, elogiou Nigro.

Vale citar que, nos últimos dias, Tchê Tchê, Dudu e até Cuca mandaram parabéns à uniformizada, que completou 34 anos de existência.

Veja os recados!

Dudu Parabenizando a Torcida pelos seus 34 anos de existência. Obrigado monstro! @7_dudu DUDU GUERREIRO ?

Um vídeo publicado por Mancha Alvi Verde (Oficial) (@manchaverdetorcida) em

As melhores notícias de esportes, direto para você