Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Veja quanto Michel Bastos abriu mão no São Paulo para jogar no Palmeiras

Na última quinta-feira (12), o Palmeiras apresentou oficialmente o meia Michel Bastos, contratado após rescisão de contrato com o rival São Paulo. Sem clima no Tricolor após polêmicas com a torcida, o jogador aceitou a proposta do Verdão para jogar a Libertadores e, para isso, abriu mão de mais de R$ 4 milhões.

Marcel Thomé
Colaborador do Torcedores.com

Crédito: Arte: Matheus Martins Fontes/Torcedores.com

A rescisão do antigo vínculo, que tinha duração até dezembro de 2017 e opção de renovação por mais um ano em caso de classificação para a Libertadores, foi feita de maneira consensual entre a diretoria tricolor e Michel Bastos.

LEIA MAIS:

VEJA QUAL É A DURAÇÃO DO CONTRATO DOS JOGADORES DO VERDÃO
MERCADO DA BOLA: SEM CHANCE NO PALESTRA, MOUCHE DEFINE EM QUAL CLUBE QUER JOGAR
MERCADO DA BOLA: CLUBE ALVIVERDE COMPRA 50% DE DIREITOS DE ATACANTE
MERCADO DA BOLA: ZAGUEIRO DEIXA O VERDÃO E ASSINA COM O MIRASSOL
5 JOGADORES QUE TROCARAM O VERDÃO POR RIVAIS E SE DERAM MAL

De acordo com o “UOL“, o atleta deixou de receber R$ 4,2 milhões, entre salários e direitos de imagem, para assinar com o Palmeiras por duas temporadas e opção de renovação por mais uma.

“Estou feliz de, depois de um momento um pouco perturbado, vestir a camisa de um grande clube, campeão brasileiro, com uma estrutura que talvez alguns clubes da Europa não proporcionam”, disse Michel Bastos em sua apresentação no Palmeiras.

Polêmicas ficaram para trás

Os atritos com a torcida do São Paulo não devem se repetir com os torcedores do Verdão. Quem garante é o próprio Michel Bastos.

“Aconteceu, foi duro, foi difícil, uma coisa que nunca passei na carreira (agressão de torcedor). No dia seguinte tinha jogo importante, perguntaram aos agredidos se estávamos dispostos a jogar e fui o primeiro a falar que estava. Só que se falava muita coisa e eu abdiquei de me expor na mídia para tentar me defender. O único jeito de mudar a situação era jogando bola, por isso abdiquei de redes sociais, de falar com a imprensa. Escutei muita coisa sobre a minha pessoa, sobre não ser jogador de grupo. Acho que é bem ao contrário. Quem me conhece sabe que sou alegre, que animo o grupo e não tenho problema com ninguém. Hoje eu só penso em jogar bola”, disse o atleta de 33 anos.

“Eu venho aqui com a cabeça tranquila, o que passou, passou. Vim preparado, sei que vai haver expectativa, alguma coisa esperam de mim”, acrescentou o jogador.

CAMISAS DO PALMEIRAS: