Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Problemas do Palmeiras com parceiros atrasam transferência definitiva de Robinho para o Cruzeiro

Ontem, durante a apresentação do meia Thiago Neves no Cruzeiro, o presidente do clube, Gilvan de Pinho Tavares explicou como anda a situação envolvendo a troca de Robinho e Willian com o Palmeiras.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Divulgação/ Site Oficial do Palmeiras – Fotógrafo: Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

Quanto ao Willian, emprestado para o Palmeiras por 3 temporadas, Gilvan explicou que tinha 100% dos direitos do atleta. Entretanto, os direitos econômicos de Robinho é dividido entre o clube paulista, o Coritiba (ex-time do meia), e entre parceiros, sendo que os direitos do jogador só serão repassados à Raposa quando o alviverde resolver sua situação com este último.

LEIA MAIS

THIAGO NEVES APONTA FLAMENGO E PALMEIRAS COMO BONS ELENCOS E CUTUCA: “OUTROS NÃO ME ASSUSTAM”

VEJA A REAÇÃO DE TORCEDORES DO PALMEIRAS AO ASSISTIREM LANCES DE MICHEL BASTOS

PALMEIRAS: BID PUBLICA RESCISÃO DO ATACANTE WILLIAN COM O CRUZEIRO

Gilvan começou explicando a situação de Willian e confirmando que ele é um atleta com todos direitos ligados ao clube mineiro. “Não houve mudança alguma. O Willian era um atleta 100% do Cruzeiro, nós o adquirimos do clube da Rússia (Ucrânia), depois que terminou o período do empréstimo e agora é um atleta do Cruzeiro”, disse.

Logo depois, o presidente do Cruzeiro esclareceu detalhes envolvendo a transferência do meia Robinho. Segundo Gilvan, a Raposa aguardou o clube paulista resolver problemas com parceiros para realizar a transferência definitiva do atleta para a equipe mineira. De acordo com o cruzeirense, durante o tempo que o jogador estiver no clube, ele não poderá ser negociado com nenhum outro.

Já o Robinho, o Palmeiras tem parceiros, o Coritiba tem um pedaço, e parceiros têm outra parte. O Palmeiras não é dono exclusivo dos direitos econômicos do Robinho. E o Palmeiras nos pediu um tempo para que pudessem acertar estes problemas com os parceiros e aí então transferir definitivamente o Robinho para o Cruzeiro. Por enquanto, ele nos deu a garantia de que o prazo contratual todo que ele tem com o Robinho será do Cruzeiro, então não há a menor possibilidade nesses três anos, já que o Robinho tinha contrato de empréstimo com a gente até dezembro, este contrato foi alongado, foi esticado, são três anos, então não exite nenhum risco neste período do Palmeiras achar um negócio e o Robinho sair do Cruzeiro. E dessa forma, o Palmeiras vai procurar acertar a situação dele com os parceiros e aí sim irá transferir definitivamente os 100% para o Cruzeiro”, finalizou.