Tchê Tchê revela que mudou sua função no Palmeiras com Eduardo Baptista; veja diferenças

Aposta de Cuca que deu certo no Palmeiras campeão brasileiro em 2016, o volante Tchê Tchê agora se acostuma com a rotina de não ser “só volante”. Pelo que já deu para perceber nos primeiros amistosos da temporada, o jogador já começa a ter uma função diferente do que apenas marcador. Até gol o camisa 32 vem fazendo pelo clube.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Cesar Greco / Ag. Palmeiras

LEIA TAMBÉM:
Presidente no Palmeiras recebe “boas-vindas” da WTorre em 1º jogo no Allianz Parque
Mauro Beting ‘alfineta’ Fifa e considera Palmeiras campeão mundial; veja post
Paulistão: Veja como e até quando Eduardo Baptista pode definir o Palmeiras
Gabigol? Mattos revela que Kia tentou contratar Gabriel Jesus para a Inter de Milão

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, Tchê Tchê revelou que ganhou uma característica mais ofensiva sob a batuta de Eduardo Baptista. Apesar de ter mais liberdade em ir ao ataque e ter terminado o ano passado como um dos melhores volantes do Brasileirão, o próprio meio-campista rejeita o rótulo de titular absoluto.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

“Ninguém aqui vai jogar porque é bonitinho ou porque gostam de mim. Estou procurando evoluir e agora tenho mais liberdade para ir à frente. É sempre bom fazer gol, porque é o melhor momento do futebol. É uma função nova, estou me adaptando, chegando mais ao gol e estou feliz por isso”, explicou Tchê Tchê, mas sem ousar em ser goleador da equipe.

“Não estou falando aqui que vou ser artilheiro, não. Daqui a pouco vai sair por aí que eu quero isso e aí… Isso daí eu deixo para os atacantes”, brincou o meio-campista.

Botafogo-PB x Palmeiras

Tchê Tchê tinha função mais defensiva com Cuca. Foto: Cesar Greco / Divulgação

Em sua explicação, Tchê Tchê também comentou o que vê de diferente em geral do estilo de Baptista com o de Cuca, além de se autoconsiderar mais ofensivo do que o estilo mais cadenciado que adotou com Cuca.

“É um início de trabalho, coisas novas que estamos pegando com o Eduardo e a gente procura dar o melhor da maneira que o treinador passa. Com o Cuca marcávamos mais junto do atacante, agora temos de fechar os espaços. Acho que vem dando certo. Treinamos pouco, mas nos dois amistosos acho que mostramos um bom futebol, tem muito o que crescer”, disse.

O Palmeiras estreia no Campeonato Paulista contra o Botafogo-SP, no domingo, dia 5, às 17h (horário de Brasília), no Allianz Parque. Ainda que não se considere titular, Tchê Tchê deve ser um dos 11 que entrarão em campo.