Torcedores – Notícias Esportivas

Tchê Tchê: o meia que conquistou Cuca e se firmou no Palmeiras

Danilo das Neves Pinheiro, o Tchê Tchê, foi revelado pelas categorias de base do Grêmio Osasco Audax, se tornou jogador profissional de futebol em 2011, quando tinha de 18 para 19 anos. No clube do interior, ficou até o ano de 2016, passando por empréstimos para Guaratinguetá, Ponte Preta e Boa Esporte, chegando ao Palmeiras após realizar um bom Campeonato Paulista.

Bruno Nunes Loreto
Formado em Jornalismo na Universidade de Santa Cruz do Sul, UNISC. Amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Grêmio e Fluminense.

Crédito: Foto: Cesar Greco/ Ag.Palmeiras / Divulgação

O ano de 2016 marcou a principal ascensão da carreira de Tchê Tchê. Um dos destaques do Audax, que chegou a final do Paulistão após golear o São Paulo por 4×1 e despachar o Corinthians, em plena Arena em Itaquera, o meia foi indicado pela comissão técnica de Cuca à direção do Palmeiras.

LEIA MAIS:

CAMPEÃO E ARTILHEIRO POR ONDE PASSOU, ALECSANDRO BUSCA, ENFIM, SE FIRMAR NO PALMEIRAS

COM RECONHECIMENTO INTERNACIONAL, BARRIOS BUSCA CONQUISTAR ESPAÇO NO PALMEIRAS

No alviverde, o camisa 32 não sentiu o peso de jogar em um grande clube e conquistou a confiança do técnico e da torcida, sempre demonstrando bons atributos. Com a camisa do Verdão, Tchê Tchê foi o jogador que mais vezes atuou no Campeonato Brasileiro de 2016. Dos 38 jogos da competição, o meia participou de 37, marcando dois gols e distribuindo quatro assistências. Pela Copa do Brasil, foram apenas dois jogos disputado e um tento anotado.

Com Felipe Melo contratado para ser o ‘guardião da defesa’, no esquema tático preferido de Eduardo Baptista, o 4-1-4-1, o ex-jogador do Audax pode ser escalado por dentro, na segunda linha de quatro jogadores. Com o status de melhor passador da equipe no BR16, o meia, que foi o quinto jogador da equipe em desarmes, dever ter liberdade para atacar, mas com responsabilidades defensivas, podendo atuar até mesmo na função de primeiro volante.

Mesmo com a disputa por uma vaga entre os ‘11’, que ficou mais acirrada após as grades contratações realizadas pelo Palmeiras, Tchê Tchê, se seguir demonstrando sua versatilidade, intensidade e presença ofensiva, tem grandes chances de seguir inquestionável no time titular.

Ficha técnica:

Nome: Danilo das Neves Pinheiro

Idade: 24 anos (30 de agosto de 1992)

Altura: 1,75m

Peso: 67kg

Onde jogou: Audax (2011-2014), Guaratinguetá (2014), Ponte Preta (2015), Boa Esporte-MG (2015), Audax (2016) e Palmeiras (desde 2016)