Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Veja os 5 melhores shows do intervalo do Super Bowl

O show do intervalo no Super Bowl é sempre uma atração de encher os olhos. Todo ano, um artista renomado é convidado para um curto espetáculo enquanto as equipes descansam para o segundo tempo. Neste ano, o Super Bowl LI terá a presença de uma das principais cantoras pop da atualidade: Lady Gaga.

Patrick Mesquita
Colaborador do Torcedores

Crédito: Michael Jackson fez uma das apresentações históricas no intervalo do Super Bowl Crédito: Getty Images

Responsável por cantar o hino nacional norte-americano, Gaga deve surpreender novamente a todos com a potência de sua voz e o já conhecido visual “diferente”.

Muitos gigantes da música mundial já tiveram a oportunidade de se apresentarem no intervalo da final da NFL. Apesar do talento de todos, alguns ficaram na memória do fã de futebol americano. O Torcedores.com fez uma lista com os cinco shows mais inesquecíveis do Super Bowl.

5 – Beyoncé (2013)

Fogo, fumaça e muita luz. Beyoncé utilizou todos os recursos possíveis para dar um verdadeiro espetáculo no Super Bowl XLVII. Reinando fácil no palco, a cantora passou por todas as fases da carreira e inovou ao apostar em um painel que duplicava sua imagem.

A energia elétrica consumida foi tanta, que a cidade de New Orleans sofreu um apagão após o show e a partida entre Baltimore Ravens e San Francisco 49ers demorou um tempo para recomeçar.

4 – Madonna (2012)

A eterna rainha do pop também não poupou esforços para impressionar o público em 2012. Madonna cantou em um palco inteiramente iluminado e que casava completamente com a apresentação.
O número de convidados também impressionou: LMFAO, M.I.A (que gerou repercussão negativa ao mostrar o dedo médio para a câmera). e Cee Lo estiveram no palco ao lado de Madonna.

3 – Paul McCartney (2002)

Poucas escolhas são tão seguras na hora de escolher um show quanto Paul McCarney. Em uma mistura de som contemporâneo e clássico, o Beatle abriu o show com “Drive my Car” e já botou todo mundo para dançar em Jacksonville.

O que mais chamou atenção na apresentação foi a apoteótica “Hey Jude”, que colocou 84 mil pessoas para cantarem unidas em um coro que ficará para sempre marcado na história do Super Bowl.

2 – Rolling Stones (2006)

Veteranos, mas com energia de sobra. Rolling Stones é uma banda de encher os olhos de tanta vitalidade demonstrada por todos. Com um palco montado com o logo do grupo (a boca com a língua de fora), Mick Jagger deu um espetáculo em apenas 12 minutos.

O show ficou marcado por uma “censura” da NFL, que atrasou a transmissão em cinco segundos para deixar no mudo partes de “Star me Up” e “Rough Justice” que pareciam sexualmente explícitas.

1 – Michael Jackson (1993)

O mundo ainda não tinha nem de perto a tecnologia de hoje, mas Michael Jackson já fazia inúmeros estrados. O Rei do Pop até “pegou leve” na tecnologia e apostou em algo completamente visual, mostrando todos os seus icônicos passos de dança.

Em quase 13 minutos de apresentação, Michael fez o Rose Bowl praticamente ir abaixo com hits como “Jam”, “Billie Jean” e “Black or White”.

O show terminou de forma emocionante com mais de 3,5 mil crianças ao lado do astro cantando “Heal the World”.