Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Veja por onde andam ídolos históricos do Cruzeiro

Muitos atletas ficam marcados nos clubes por onde passam, mas nem todos aparecem com frequência depois de pendurarem as chuteiras. Pensando nisso, o Torcedores.com relembra os feitos de cinco ídolos históricos do Cruzeiro e conta o que eles fazem atualmente.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Reprodução de TV

Dirceu Lopes: é o segundo jogador que mais vestiu a camisa celeste, com 610 jogos, e o segundo maior artilheiro do Cruzeiro, com 223 gols. Conquistou títulos como a Taça Brasil, em 1966, e a Libertadores, em 1976, primeiro título internacional do clube.

LEIA MAIS:
CRUZEIRO ACELERA NAS BUSCAS POR UM NOVO DIRETOR DE FUTEBOL

Raul Plassmann: é o segundo goleiro que mais atuou pelo Cruzeiro, jogou 13 anos seguidos no clube e fez um total de 557 partidas. Durante esse período, conquistou 10 títulos estaduais, além da Taça Brasil de 1966 e da Copa Libertadores, em1976. Raul ficou marcado na história por ser o primeiro goleiro a usar camisa amarela. Na época, o uniforme preto, para goleiros, era padrão.

Marcelo Ramos: é o sexto maior artilheiro do Cruzeiro, com 167 gols. Em 1996, fez o gol que deu a equipe celeste o título de campeã da Copa do Brasil, contra o Palmeiras. Conquistou, ainda, no ano seguinte, a Copa Libertadores e, em 1998, a Recopa Sul-americana, entre outros títulos.

Dida: Defendeu o gol da equipe celeste entre 1994 e 1998 e conquistou títulos importantes pelo Cruzeiro, como a Copa da Brasil, em 1996, e a Libertadores, em 1997. Dida ficou marcado na história do clube pelas diversas defesas de pênaltis, sendo considerado um especialista nesses lances decisivos.

Sorín: o argentino teve três passagens pelo Cruzeiro, nas quais conquistou quatro títulos: um Campeonato Mineiro, duas Copas Sul Minas e a Copa do Brasil, em 2000. Apesar de jogar no setor defensivo, o lateral esquerdo costumava aparecer, também, no ataque. Com a camisa celeste, fez, ao todo, 126 jogos e 18 gols.