Torcedores – Notícias Esportivas

Análise: Quais são as armas da Ferroviária para surpreender o Corinthians?

Em sua última preparação na pré-temporada, a Ferroviária viaja até São Paulo para um amistoso diante do Corinthians, nesta quarta-feira, às 21h45, na Arena Corinthians, antes de fazer a sua estreia no Campeonato Paulista diante da Ponte Preta, no próximo domingo (5), às 19h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Rafael Zocco
Colaborador do Torcedores

Crédito: Crédito: Thiago Carvalho/Assessoria Ferroviária

Com alguns remanescentes da campanha do vice-campeonato da Copa Paulista no fim do ano passado, o treinador Antônio Picoli contou com reforços, principalmente no meio-campo e ataque, misturando juventude com experiência. Destaques para as chegadas dos volantes Claudinei (América-MG) e Flávio (Vitória-BA), e nos meias de ligação Alan Mineiro (Corinthians) e Juninho (Palmeiras), este podendo atuar mais avançado, quase como um ponta.

LEIA MAIS:

CORINTHIANS X FERROVIÁRIA: SAIBA COMO ASSISTIR AO JOGO AO VIVO NA TV

CONHEÇA O ADVERSÁRIO DO CORINTHIANS NA COPA SUL-AMERICANA

VEJA COMO FICARAM OS CONFRONTOS DOS BRASILEIROS NO SORTEIO DA SUL-AMERICANA

Já no ataque, a equipe conta com a volta de Tiago Marques (ex-Botafogo-SP), Élder Santana e Capixaba (ambos do Atlético-MG), e de Leonardo, com passagens por Coritiba, Atlético-MG e Sport, mas que não joga uma partida oficial um pouco mais de dois anos, gerando uma grande desconfiança por parte da torcida sobre como será o seu rendimento em campo.

Mesmo com a chegada de novos jogadores, o setor defensivo é praticamente igual, sendo um grande triunfo de Picoli. Com as permanências dos goleiros Matheus e Tadeu, dos laterais William Cordeiro e Sávio, e dos zagueiros Raniele, Luan e Patrick, a Locomotiva buscou o jovem goleiro César (Flamengo) e as experiências do lateral-direito Jonathan Bocão (ex-CRB) e do zagueiro Leandro Amaro (ex-Guarani) para reforçarem a zaga.

Dos jogos-treinos realizados pela equipe (total de três), a filosofia de Picoli foi mantida, com uma defesa segura, o meio de campo que prioriza a posse e o toque de bola rápido, com o ataque fazendo infiltrações no campo do adversário. Porém, a equipe de Araraquara deverá sentir o gramado da Arena Corinthians, considerado o mais rápido do país, já que a bola, praticamente, desliza sobre a grama. E, por ser início de temporada, nada é 100%.

A Ferroviária deverá ir a campo com: Matheus; William Cordeiro, Luan, Leandro Amaro e Sávio; Claudinei, Flávio e Alan Mineiro; Élder Santana, Juninho e Leonardo. Técnico: Antônio Picoli.