DESTAQUE

Bournemouth x Manchester City: Acompanhe o placar ao vivo da Premier League

Publicado às

Paulistano, 20 anos. Estudante de Comunicação Social-Jornalismo da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Crédito: Foto: Reprodução/Twitter

Bournemouth x Manchester City entram em campo nesta segunda-feira, no encerramento da 25ª rodada da Premier League. A partida será realizada no Vitality Stadium, em Bournemouth, às 18h (Brasília).

Com Gabriel Jesus e companhia, o City vai em busca da terceira vitória consecutiva. Atualmente com 49 pontos, a equipe de Pep Guardiola ocupa a 5ª colocação do Campeonato Inglês, fora da zona de classificação para a Liga dos Campeões. No entanto, caso conquiste o triunfo poderá assumir a vice-liderança, ultrapassando Tottenham, Arsenal e Liverpool, respectivamente. A liderança segue com o Chelsea, que empatou por 1×1, ontem (12), com o Burnley, alcançando os 60 pontos.

Já o Bournemouth chega com a incômoda marca de cinco partidas sem vencer, sendo dois empates e três derrotas. Hoje ocupa a 14ª colocação na tabela, com 26 pontos. Seis a mais que o primeiro na zona de rebaixamento.

Outro fator que não favorece o time da casa é o retrospecto do duelo. Nas últimas três vezes em que ambos se encontraram, o Manchester City marcou 13 gols e sofreu apenas um, nas vitórias por 5x1, 0x4 e 4x0; todas pela Premier League.

A expectativa para o jogo novamente gira em torno do ex-Palmeiras, Gabriel Jesus, que com um início arrasador pelo clube inglês já caiu nas graças da torcida. Em quatro partidas disputadas, o camisa 33 já balançou as redes três vezes e deu uma assistência.

FICHA TÉCNICA: BOURNEMOUTH X MANCHESTER CITY

Local: Vitality Stadium, Bournemouth – Inglaterra;
Horário: 18:00h (Brasília);
Arbitragem: Neil Swarbrick (árbitro), Scott Ledger e Matt Wilkes (assistentes) e Andre Marriner (quarto árbitro);

Provável escalação Bournemouth: Boruc; Smith, Francis, S Cook e Daniels; Arter, Surman e Wilshere; Stanislas, King e Afobe; *

Provável escalação City: Caballero; Kolarov, Stones, Otamendi e Fernandinho; David Silva, Yaya Touré e De Bruyne; Sané, Sterling e Gabriel Jesus; **

(*) (**): The Guardian