Futebol

Bicampeão gaúcho com o Grêmio anuncia aposentadoria do futebol

Publicado às

Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Grêmio

Foto: Grêmio

Crédito: Foto: Site Grêmio

Aos 36 anos, o meia Hugo anunciou aposentadoria do futebol. Ele havia sido recontratado pelo Juventude para a disputa do Gauchão, mas em comunicado oficial anunciou o término da carreira. No Rio Grande do Sul, ele fez muito sucesso com a camisa do Grêmio, sendo bicampeão estadual nos anos de 2006 e 2010.

Em 2006, Hugo fez parte do grupo comandado por Mano Menezes, que surpreendeu o favorito Inter dentro do Beira-Rio na grande final gaúcha. Quatro anos depois, com Silas, Hugo era titular do Grêmio, que também venceu o rival na final. Curiosamente, aquela foi a última conquista estadual do tricolor. Na comemoração, Hugo provocou o Inter com um caixão (foto).

LEIA MAIS:

Abel critica Primeira Liga, lamenta calendário e sobra até para o Grêmio

Em um lance, D’Alessandro mostrou que está com a habilidade em dia; veja

Entenda como ocorreu a lesão que deve tirar Douglas da Libertadores

“É com extrema alegria que termino a carreira como jogador profissional. Assim me sinto após 24 anos jogando jogos oficiais em uma carreira com muitas lutas, muitas provas, muitas frustrações e, acima de tudo, com mais vitórias e títulos conquistados”, disse o jogador no comunicado.

No cenário nacional, o meia canhoto teve grande projeção no São Paulo e participou de dois dos três títulos brasileiros conquistados pela equipe de Muricy Ramalho, em 2007 e 2008. Ele também esteve no elenco badalado do Corinthians, que venceu o polêmico Brasileirão de 2005.

“Agradeço a todos os clubes onde trabalhei. Clubes pesados, cujas camisas entortam varal e, em especial, ao Juventude, onde tudo praticamente começou”, finalizou.

Curiosamente, Hugo foi um dos responsáveis por “tirar” o título gaúcho do Grêmio na temporada passada. Ao lado de Roberson, hoje no Inter, o experiente meia foi um dos destaques do Juventude na semifinal do Gauchão de 2016. Na ocasião, o time de Caxias bateu o Grêmio, de Roger Machado.