DESTAQUE

Clube mineiro revela contrato com goleiro Bruno e multa rescisória de R$ 3 milhões

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Reprodução TV

O goleiro Bruno está em liberdade desde a última sexta-feira (24), e pretende retornar ao futebol. Interessados já apareceram segundo algumas informações, mas, quem tiver interesse terá de negociar com o clube de Montes Claros.

Segundo apuração do portal UOL, o goleiro de 32 anos tem contrato com o time mineiro. O acordo entre o clube e o jogador teve início oficialmente em 2014 e expira em 27 de fevereiro de 2019.

“Quem tiver interesse no Bruno pode procurar a gente. Os empresários dele têm que dar uma satisfação para gente, entendeu? Mas não haverá obstáculos. O Bruno não terá problema com o Montes Claros, não”, afirmou Ville Mocellin presidente Montes Claros, em conversa exclusiva com o UOL.

Caso o estafe do jogador tenha interesse em romper o contrato, o mandatário do pequeno clube mineiro disse que quer o melhor para ele e não vai dificultar nada, mediante claro, ao pagamento da multa rescisória.

“Na época, os direitos fixados foram de R$ 2,86 milhões. É uma mixaria, entendeu? Colocamos esse valor mesmo para fazer o contrato com ele. O Bruno vale muito dinheiro hoje. Os empresários dele talvez não estejam a par disso, mas eles devem ligar para mim e conversar. Eles vão procurar a gente, do lado nosso não terá dificuldade nenhuma. A gente está disposto a conversar. Eu quero o sucesso do Bruno, a nossa felicidade é ver o Bruno ter saído da prisão”, declarou Mocellin.

Reprodução CBF
Reprodução CBF

 

Entretanto, garantiu que, caso não surja interessados, ele poderia ser integrado ao elenco, mas, sabe que a situação é difícil, até porque, já surgiram interessados.

“A gente conta com o goleiro Bruno, mas a gente sabe que é muito difícil, já tem propostas. Na sexta-feira já teve ligação de Portugal, da China, entraram em contato com a gente e mostraram interesse no goleiro. Mas, em princípio, a gente vai querer ele aqui”, completou ao portal UOL.

Bruno está longe dos gramados desde junho de 2010, e, quase 7 anos depois, está próximo de voltar aos gramados. Com o habeas corpus, Bruno está liberado para viajar, desde que informe à Justiça onde pode ser encontrado.