Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Confiança, força e mobilização; veja os bastidores do Grêmio após a saída de Walace

Para um time que tem no calendário a disputa da Copa Libertadores da América, sem dúvida alguma perder uma das principais peças da equipe é um grande problema. Contudo, após a saída de Walace, que se transferiu para o Hamburgo, da Alemanha, o discurso é de otimismo, já que compromissos importantes virão nesta temporada de 2017.

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Para que tudo saia como esperado, os jogadores do Imortal se apegam à manutenção da base que conquistou o pentacampeonato da Copa do Brasil, como revelou Maicon, que nesta temporada terá de fazer dupla no meio de campo com Jailson.

LEIA MAIS:
ATACANTE GREMISTA VISLUMBRA REPETIR SEQUÊNCIA DE GOLS NO GAUCHÃO
SAIBA O VALOR DAS COTAS QUE A TV VAI PAGAR PARA SEU TIME NOS ESTADUAIS
ATACANTE REVELA OFERTA DO FLA, MAS DIZ QUE RETORNO AO GRÊMIO FOI MELHOR OPÇÃO

“Nós perdemos um grande jogador, mas temos jogadores à altura no grupo. Chegou o Michel, tem o Jailson, o Kaio, o Machado, o próprio Ramiro. Quanto mais o grupo jogar junto e ficar, mais chances temos de alcançar o objetivo. Temos uma equipe entrosada. É importante. E se chegarem outros é bom, porque qualifica mais o grupo. Se foi bom para ele (Walace) e para o clube, temos que torcer”, afirmou Maicon em coletiva de imprensa.

“Walace tem um futuro brilhante e nós temos que seguir a nossa vida. Temos jogadores que vão entrar e corresponder”, complementou o camisa 8 da equipe comandada por Renato Portaluppi, que também elogiou Jailson, seu novo companheiro de meio campo.

“Ele já mostrou que tem condições de jogar. Ano passado, eu estava machucado, e ele entrou no time. Disseram que eu não tinha que voltar pro time. É um sinal de que correspondeu. Ele (Renato) vai continuar fazendo o que fazia com o Walace. A hora que um atacar, outro tem que segurar. Ele já passou para mim e para o Jailson”, finalizou Maicon.