Conheça o grupo do Botafogo na Libertadores 2017

Crédito da foto: Reprodução\ Facebook oficial do Botafogo

Após eliminar o Olimpia nas penalidades e garantir um lugar na fase de grupos da Libertadores 2017, o Botafogo já conhece sua chave e seus adversários.

E parece que a saga contra equipes tradicionais do torneio continental vai prosseguir. Depois de eliminar o Colo Colo e o Olimpia, ambos campeões continentais, o Fogão terá pela frente outros 2 clubes campeões da Libertadores.

Um deles é o atual campeão da Libertadores, o Atlético Nacional. O outro é o 4 vezes campeão, Estudiantes, da Argentina. E por fim o Barcelona-EQU, finalista da Libertadores em 1998.

A estreia do Glorioso acontece apenas no dia 14 de março, frente ao Estudiantes, às 21h, no estádio Nilton Santos.

Conheça um pouco mais dos adversários do Fogão:

Atlético Nacional – Colômbia

Atual campeão da Libertadores chega com uma equipe mais modesta do que a que foi campeã em 2016. Perdeu diversas peças importantes, mas conseguiu manter um nível, e o entrosamento segue como um dos pontos mais fortes.

Divulgação/Site Oficial Atlético Nacional
Divulgação/Site Oficial Atlético Nacional

 

Conta com alguns bons jogadores e que se destacam, como o camisa 10 Macnelly Torres, o recém-chegado Dayro Moreno, Ibarguen, Diego Arias e toda a eficiente linha defensiva organizada pelo técnico Reinaldo Rueda.

Tem no currículo, dentre diversas conquistas, duas Libertadores e 15 campeonatos colombianos, sendo o maior vencedor nacional.

Estudiantes – Argentina

Um gigante que retorna à Libertadores. O Estudiantes chega com uma equipe bastante promissora, que mescla experiência e juventude, e que promete dar trabalho na temporada 2017.

Não tem como não falar de experiência e não citar Veron, que, aos 41 anos está de volta para ajudar a equipe. Além dele o goleiro Andujar, o volante Braña e o atacante Viatri são referências, além do polêmico zagueiro, Leandro Desábato, capitão da equipe.

Crédito da imagem: Divulgação / site oficial Estudiantes de La Plata
Crédito da imagem: Divulgação / site oficial Estudiantes de La Plata

 

De jovens potenciais, o ótimo volante Santiago Ascacibar, revelação do futebol argentino e que aos 19 anos já demonstra uma personalidade acima da média pra ser titular desta equipe. Outro nome interessante é do atacante chileno, Jeisson Vargas.

A equipe de La Plata tem na história, 4 títulos da Libertadores, e só fica atrás do trio, Independiente, Boca Juniors e Peñarol. Além disso, é hexacampeã nacional. História não falta para essa tradicional equipe argentina.

Barcelona – Equador

Tradicional clube de Guayaquil, o Barcelona chega como o azarão do grupo, mas com a força de se jogar em casa. Foi o campeão nacional na última temporada e manteve algumas das peças responsáveis pela campanha.

De maior destaque a dupla ofensiva, formada pelo uruguaio Alves, artilheiro da equipe com 19 gols, e Esterilla, companheiro que colaborou com 11 gols.

Reprodução Twitter
Reprodução Twitter

 

No meio de campo, uma dupla “Brasil-Argentina” se destaca. O meia Damian Diaz, experiente argentino, comanda a armação de jogadas da equipe. Na contenção aparece o brasileiro Gabriel Marques, com longas passagens pelo futebol sul-americano.

É o maior vencedor local com 15 títulos, mas também é conhecido na América do Sul. O Barcelona por duas vezes foi vice-campeão da Libertadores (1990 e 1998), além de ter chegado outras duas vezes nas semifinais.