Futebol

Destaque: entrevista coletiva com Roger atacante do Botafogo

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: (imagem:Reprodução)

Na manhã desta segunda-feira (13/02/2017) o atacante Roger do Botafogo concedeu entrevista coletiva e revelou a sua vontade de permanecer no time titular para o jogo contra Olímpia.

Roger falou com os jornalistas sobre a felicidade de marcar o primeiro gol pelo Botafogo. Lamentou a derrota “nós não merecíamos ter perdido o jogo pelo que fizemos em campo”. O que a equipe alvinegra, mesmo sendo a reserva, apresentou em campo deixou um gosto amargo, pois teve algumas oportunidades, sobretudo no segundo tempo, quando a bola bate duas vezes na trave.

Ainda sobre o jogo de ontem contra o Flamengo, o atacante alvinegro comentou acerca da violência no lado de fora do Estádio Nilton Santos antes da partida. Roger protestou: ” a gente se sente enojado com a participação de certos torcedores (…) sinto raiva toda vez que esse tipo de situação acontece. Eu saio do estádio e vou jantar com minha família e os torcedores que pagam ingresso passando por esse tipo de situação”. O saldo da batalha de ontem foram 8 torcedores encaminhados para o hospital, 7 feridos e 1 morto. Dois seguranças do Botafogo foram atingidos com estilhaços de bombas.

Mudando de assunto, Roger analisou a participação do Botafogo na Libertadores. Segundo o jogador, o Botafogo vem demonstrando força na competição e mostra a cada jogo que esta se acostumando aos desafios que a competição impõem as equipes. Roger acredita que passo a passo o Botafogo vem escrevendo positivamente o seu nome na competição Sul-americana.

Perguntado sobre a importância do Montillo para a equipe, uma vez que, o meia argentino apresentou desconforto muscular e corre o risco de não jogar na próxima partida conta o Olímpia. Roger listou as virtudes do Monti: “além de ser responsável pelo setor de criação, ele também é uma liderança dentro da equipe, peça fundamental”.

Ao final Roger ainda comentou a situação do Sassá que foi afastado dos treinos pelo diretoria alvinegra devido a problemas de indisciplina. Para Roger, o jovem atacante Sassá é um grande jogador, tem um potencial enorme e nesse momento precisa se afastar dos problemas extra-campo, deve ele aproveitar o tempo que tem como jogador, pois o tempo passa rápido, portanto, não se pode desperdiçá-lo com bobagens.