Futebol

Disputa com Fred? Pratto revela por que trocou o Atlético-MG pelo São Paulo

Publicado às

Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.

Pratto atacante do São Paulo

Crédito: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Ídolo no Atlético-MG, Lucas Pratto deixou o clube mineiro rumo ao São Paulo numa negociação de 6,2 milhões de euros (R$ 20,7 milhões) por 50% dos direitos econômicos. Embora boa parte da imprensa ligue a saída a forte concorrência de Fred, o atacante argentino nega.

Em apresentação nesta segunda-feira (13), Pratto reafirmou que chegou a recusar algumas oferta a pedido do presidente do Galo, mas que a proposta do São Paulo teve um peso maior. “Recebi muitas propostas nos dois primeiros anos. Deixei isso claro na entrevista com o presidente Daniel. Ele me pediu para eu não sair, porque achava que não poderia contratar outros atacantes“, declarou.

LEIA MAIS
ROGER MACHADO, AS SUBSTITUIÇÕES E AS VARIAÇÕES TÁTICAS DO ATLÉTICO-MG
ATLÉTICO-MG? VICTOR DIZ ONDE PRETENDE ENCERRAR SUA CARREIRA NO FUTEBOL
FRED EXALTA ATUAÇÃO DO ATLÉTICO-MG E AMIZADE COM RAFAEL MOURA

O que pessoal na decisão de trocar de clube foi a proposta são-paulina e a admiração do clube paulista por seu futebol. “Ele contratou Fred e Rafael Moura pela possibilidade de eu sair. Fiquei mais tranquilo com esses dois atacantes no Atlético. Não foi por isso minha decisão, mas sim pela boa proposta do São Paulo e mostrou um carinho importante. Por isso tomei minha decisão“, completou.

Um grande mentor da contratação de Pratto pelo Tricolor Paulista é Edgardo Bauza, ex-técnico do São Paulo e atual técnico da seleção argentina. “O Patón e a comissão dele me deram muito boas referências. Quando eu decido olhar as propostas que chegam, tento me assessorar de como está o clube. Tirando tudo o que sabem que o São Paulo representa no futebol sul-americano, sei o que é vir a um clube tão grande. Minha decisão também passa por isso“, concluiu.

Em dois anos na Cidade do Galo, o centroavante disputou 107 partidas e marcou 43 gols. A sua estreia foi diante do Shakhtar Donetsk, em amistoso disputado no estádio Independência. Ele faturou o Campeonato Mineiro 2015 e a Florida Cup 2016.