Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Ídolo do Palmeiras, Edmundo aponta quem será o “cara” do Verdão em 2017

Neste domingo (5), o Palmeiras fará a sua estreia de forma oficial na temporada de 2017 ao receber no Allianz Parque o Botafogo-SP, às 17h (horário de Brasília), em partida válida pela primeira rodada do Paulistão. Além da base que conquistou o Brasileirão de 2016 mantida, a diretoria alviverde reforçou o elenco com jogadores de peso, casos de Felipe Melo e o venezuelano Alejandro Guerra, eleito o craque da última edição da Libertadores.

Eder Bahúte
Jornalista e assessor de imprensa.

Crédito: Reproducao: Fox Sports

Apesar das estrelas que desembarcaram no Verdão e outras que já estão no plantel, como por exemplo o goleiro Fernando Prass, o ídolo do clube alviverde e hoje comentarista dos canais Fox Sports, Edmundo aposta que Dudu possa ser o diferencial do Palmeiras neste ano. Para o “Animal”, o seu crescimento se deve muito ao antigo treinador, Cuca.

LEIA MAIS:

“NÃO TENHO O DESEJO DE VOLTAR À EUROPA”, DIZ ATACANTE BORJA
EX-TIMÃO, PETROS CONFIRMA TER RECEBIDO OFERTA DO PALMEIRAS E DIZ QUE JOGARIA NO RIVAL
GABRIEL JESUS É ZOADO POR NEYMAR NA WEB E ZÉ ROBERTO CAI NA GARGALHADA; VEJA
BAPTISTA REVELA “BRONCA” DE FELIPE MELO EM VITINHO DURANTE TREINO DO PALMEIRAS

“Ele amadureceu e cresceu demais nesses dois anos, em especial em 2016. Isso teve a ver também com a inteligência do Cuca, que soube encaixa-lo na equipe de um jeito que o tornou decisivo, além de dar a braçadeira de capitão em um momento importante. Esse ano tem de tudo para ser o ano dele”, afirmou o jogador que esteve presente em uma noite de autógrafos em um Shopping de São Paulo.

“Ele fez gol contra todos os rivais e carimbou aquele gol importante contra o Botafogo, já nas rodadas finais. Não espere que ele seja artilheiro, pois a função dele não é essa”, completou Edmundo.

Bicampeão nacional e paulista nas temporadas 1993 e 1994 e do Rio-São Paulo de 1993, Edmundo diz que enxerga um pouco do seu estilo no atual dono da camisa 7 palmeirense.

“Nosso futebol é muito parecido e tem bastante semelhança. Assim como eu nos tempos de jogador, o Dudu também não é o cara da finalização, não é o artilheiro, mas costuma aparecer em partidas decisivas, em clássicos”, finalizou.

Com a camisa do Palmeiras, Edmundo fez 227 partidas e balançou as redes adversárias por 99 vezes.

As melhores notícias de esportes, direto para você