Futebol

Fagner não se incomoda com viagem de Tite à Europa para ver Mariano: “Tranquilo”

Publicado às

Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.

Crédito: Créditos: Pedro Martins/MoWA Press

A cinco dias da convocação de Tite para os jogos contra Paraguai e Uruguai, pelas Eliminatórias da Copa da Rússia, o nome do lateral-direito Marino começa a ganhar força para ter uma oportunidade na seleção. Fagner, um dos laterais convocados recentemente, não se mostra incomodado com a viagem do treinador à Europa para observar o concorrente.

Em coletiva nesta segunda-feira (27), o lateral-direito do Corinthians, que esteve presente nas últimas convocações comentou sobe a concorrência e afirma que a evolução do Corinthians nas últimas semanas pode ajudá-lo a permanecer na lista do técnico da seleção brasileira.

LEIA MAIS
SEM RODRIGUINHO, CORINTHIANS LEVA JADSON E DESTAQUE DA COPINHA PARA JOGO CONTRA O BRUSQUE
VEJA COMO FICA A CLASSIFICAÇÃO DO PAULISTÃO APÓS VITÓRIA DO CORINTHIANS SOBRE O MIRASSOL
DANILO SE EMPOLGA COM MOMENTO DO CORINTHIANS E AVISA: “QUANDO ENCAIXAR, VAI EMBORA”

Sendo sincero: não sabia que iria ter convocação na sexta (dia 3). Estou tranquilo e trabalhando aqui. A concorrência sempre vai existir e é boa para você manter um nível de concentração e desempenho. Se vier a ser convocado, vou ficar feliz, se não, vou trabalhar no clube para voltar a ser chamado“, comentou Fagner.

Acredito muito no trabalho que vem sendo feito. Foi importante como os jogadores entenderam a filosofia de trabalho e conseguimos executar. Quando tivemos derrota, continuamos trabalhando e acreditando naquilo que vinha sendo passado. Isso foi importante para o crescimento da equipe, espero que isso siga até o fim da competição“, disse sobre o crescimento do Corinthians.

Tite esteve na Espanha na última semana para acompanhar o jogo Sevilla x Leicester, pela UEFA Champions League, e deixou o jogo dizendo que o lateral-direito Mariano, ex-Fluminense, pode ganhar uma chance. “Sim. Está também dentro daqueles jogadores que nós temos acompanhado. De ter essa oportunidade agora nessa sequência de jogos“, declarou ao treinador ao Globoesporte.com.