DESTAQUE

Fórmula 1: no segundo dia de testes, Raikkonen supera Hamilton e McLaren segue sofrendo

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Twitter Oficial da F1

No segundo dia de testes da Fórmula 1 no Circuito da Catalunha, na Espanha, a Ferrari demonstrou mais uma vez que o carro deste ano vai dar trabalho, e mesmo com um jogo de pneus mais duro do que a Mercedes de Lewis Hamilton, Kimi Raikkonen foi o mais rápido do dia. Já a McLaren segue tendo problemas com o motor Honda, e teve mais um dia negativo.

Os treinos livres da pré temporada da Fórmula 1 seguem sem muitas surpresas na Catalunha: a Mercedes fez o rodizio entre seus pilotos neste segundo dia, assim como havia feito ontem, e Hamilton novamente voou. Só não foi mais rápido que Kimi Raikkonen, que simplesmente cravou o tempo de 1:20.960, e ficou em primeiro neste segundo dia de testes.

LEIA MAIS:
ENQUETE: QUAL É O CARRO MAIS BONITO DA TEMPORADA 2017 DA FÓRMULA 1?
LEWIS HAMILTON SE ENCANTA COM GRAZI MASSAFERA EM DESFILE E POSTA NAS REDES SOCIAIS

Mercedes, Ferrari e Haas foram as equipes que mais deram voltas no dia de hoje no circuito espanhol, mostrando que os carros estão confiáveis. Diferente do ocorreu ontem,a Williams foi a equipe que menos andou hoje, devido ao acidente sofrido pelo jovem Lance Stroll, que rodou no treino da manhã e a equipe inglesa optou por encerrar as atividades na pista durante o dia.

Quem finalmente deu as caras no circuito da Catalunha foi a Red Bull Racing, com Max Verstappen, que deu 89 voltas e registrou o terceiro melhor tempo do dia, mas nada muito empolgante, apesar de a escuderia rubro-taurina ter optado por treinar apenas com os pneus macios, assim como a Ferrari, enquanto a Mercedes utilizou os super macios, teoricamente mais rápidos.

Já a McLaren teve um segunda dia tão problemático quanto o primeiro. Enquanto Alonso estava de folga, quem sofreu com o motor Honda foi Stoffel Vandoorne, que após 29 voltas na parte da manhã, teve que ficar esperando mais uma vez a equipe tentar arrumar problemas com a unidade de potência, e só conseguiu voltar para a pista faltando pouco mais de uma hora de treino, que serviu apenas para ganhar quilometragem, já que novamente o carro da equipe de Woking ficou com o penúltimo tempo do dia, assim como ontem.

A partir de agora, restam apenas mais dois dias de treinos para as equipes. Confira como ficou a classificação neste segundo dia de testes:

 

Twitter oficial da F1
Twitter oficial da F1