DESTAQUE

Gabriel vê Corinthians com estrutura superior ao Palmeiras: “Está acima”

Publicado às

Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Foto: durante o jogo entre Corinthians/SP x Santo Andre/SP, realizado esta noite na Arena Corinthians valida pelo Campeonato Campeonato Paulista 2017. Juiz: Salim Chaves - Sao Paulo/Brasil - 11/02/2017.

Crédito: Crédito da foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Um dos oito reforços do Corinthians para a temporada 2017, o volante Gabriel completou nesta segunda-feira o seu primeiro mês na nova casa e mesmo com pouco tempo não teve dúvidas em apontar o clube alvinegro com estrutura superior ao arquirrival Palmeiras, onde disputou as duas últimas temporadas, sendo Campeão Brasileiro de 2016 e da Copa do Brasil de 2015.

“Lógico que tem coisas diferentes, o CT é diferente, o estádio é diferente, tudo é diferente. Eu prefiro o Corinthians. Está acima, sim. Pois já vem com essa estrutura há um tempo, tem que ser respeitado. Estou adaptado, sim, mesmo com pouco tempo aqui já me sinto em casa, o grupo é maravilhoso, jogadores têm ambiente leve. Isso me surpreendeu bastante de forma positiva, temos que levar isso para campo, pois aí vai ser difícil segurar a gente”, disse em entrevista coletiva o meio-campista, titular absoluto de Fábio Carille neste início de temporada.

VEJA MAIS:
Agenda da semana: o que vem por aí no Corinthians 
Jô desabafa após derrota do Corinthians: “não é normal perder tantos gols” 
Corintianos invadem rede social de Claudinho e exaltam garoto após gol

Nos quatro primeiros jogos, contando amistosos, Gabriel levou três amarelos, porém, passou em branco nos dois últimos compromissos contra Caldense e Santo André. Ele negou que tenha mudado a forma de atuar para evitar cartões.

“Não vou mudar meu estilo de jogo por causa de cartão amarelo. Vou ser sempre aguerrido, pegador no meio de campo. Se precisar fazer uma falta para tomar amarelo, vou fazer. Primeiro é minha equipe não levar gol, depois eu vou ver se vou levar cartão ou não. É lógico que em uma situação de ser expulso aí já é diferente, porque pode prejudicar a equipe. Mas nunca fui expulso na minha carreira, sou consciente quanto a isso”, falou.

Gabriel avaliou como positivo o início da temporada, embora na última rodada do Paulistão a equipe tenha sofrido revés contra o Santo André, na Arena, e ressaltou que no início de ano todas as equipes estão sujeitas as oscilações.

“Estamos em início, todo mundo vê, vários times do Brasil e do Campeonato Paulista estão tropeçando, é normal. Não é porque é o Corinthians que é um bicho de sete cabeças, um bicho papão. A equipe está sendo formada, criando corpo. Sinto uma evolução a cada dia. É lógico que no jogo contra o Santo André não foi uma partida excelente. Falei que a equipe evoluiu e aí já sai como se eu tivesse falado que a equipe jogou bem, que está perfeita. Não! A gente sabe que errou. Eu vi uma evolução grande do jogo contra o São Bento para o jogo da Caldense, mas contra o Santo André voltaram a aparecer erros, que temos que corrigir. E também pegar as coisas boas e evoluir a cada dia”, afirmou

Gabriel volta a campo pelo Timão nesta quarta-feira (15), às 19h30, contra o Novorizontino, na Arena, em duelo válido pela 3ª rodada do Paulistão.