DESTAQUE

Entenda como Felipe Melo pode “ajudar” Palmeiras a sanar dívida com volante Wesley

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Arte: Matheus Martins Fontes/ Torcedores.com

O torcedor do Palmeiras dificilmente guarda boas recordações do volante Wesley, que chegou ao clube em 2012 após uma tentativa frustrada de “vaquinha”, uma vez que o Verdão tinha sérios problemas financeiros na época. O problema é que o investimento não deu retorno e o jogador saiu pela porta dos fundos em 2015. Pior: foi para o arquirrival São Paulo de graça. Dois anos depois, o caso ainda repercute, e por uma pendência do clube alviverde com o empresário do volante, Antenor Angeloni.

LEIA TAMBÉM:
Opinião: 5 vezes em que Gabriel fez do amor do torcedor do Palmeiras virar ódio
Lesão de Fabiano não permite Palmeiras inscrever Borja no Paulistão; entenda
São Marcos não é embaixador do Palmeiras desde 2015; veja o motivo
PVC, Edmundo e Zé Elias falaram sobre Eduardo Baptista após derrota do Palmeiras; assista

De acordo com reportagem do UOL Esportes, o agente de Wesley cobra do Palmeiras um valor superior a R$ 21 milhões, ainda referentes à transferência do jogador ao clube.

Angeloni foi fiador na compra do volante junto ao Werden Bremen e alega ter pago 6 milhões de euros (mais de R$ 15 milhões na cotação da época) ao alemães para que o atleta fosse liberado.

A ação está na Justiça e, na semana passada, o Palmeiras cedeu em garantia os direitos econômicos do volante Felipe Melo, um dos nove reforços do clube para 2017.

O que significa isso?

Caso o empresário de Wesley ganhe a causa nos tribunais, o Verdão cederá o passe do seu camisa 30. Agora, se o clube alviverde ganhar a ação, Felipe continuará com seus direitos pertencendo ao seu atual clube.

A propósito, o Verdão ainda não tem propriamente dito os direitos de Felipe Melo. O clube só terá os 100% do passe do seu novo “Pitbull” em julho – até lá, ele está emprestado junto à Inter de Milão em um acordo pré-definido com os italianos.