Gilvan feliz com bom início e fala da montagem do elenco do Cruzeiro para 2017

Durante entrevista para o site “Globo Esporte.com“, o presidente Gilvan de Pinho Tavares falou sobre o bom início do Cruzeiro nas competições em 2017.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

“O futebol é uma coisa interessante. Cansei de falar isso, e pouca gente me deu ouvidos. Se vocês pararem para pensar, na partida contra o Atlético-MG, como titular só entrou o Diogo Barbosa de diferente. O Hudson entrou no segundo tempo. Foi só. Os outros já estavam aí. O que faltava era o entrosamento que o Mano, ao retornar, deu ao time. O Cruzeiro voltou a ser um time competitivo, com boas vitórias. Eu já sabia disso, que o time era bom, que o elenco era bom, mas precisávamos reforçar porque é meu último ano aqui no Cruzeiro. O Cruzeiro tem que voltar a disputar títulos em condições de igualdade. Acho que alcançamos essa condição. Boas peças de reposição para todas as posições. Alguns até com sobra, como é no meio-campo, que exige mais”, diz.

LEIA MAIS:
CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CRUZEIRO NO CAMPEONATO MINEIRO
SAIBA COMO O CRUZEIRO ESTÁ ESCALADO PARA O JOGO CONTRA O TRICORDIANO
CONFIRA COMO FICA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DO CAMPEONATO ALEMÃO

Questionado sobre os próximos reforços, o presidente Gilvan não descarta trazer novas contratações pontuais e também cita o retorno do volante Lucas Silva no Cruzeiro como exemplo.

“Continuamos da mesma forma. Em um clube do tamanho do Cruzeiro, de tamanha projeção, acontece coisa desse tipo. Não imaginávamos que pudéssemos trazer o Lucas Silva. Surgiu a oportunidade e, lá na minha terra, dizem que o cavalo arriado não dá para deixar de montar. Trabalho muito bom do Klauss (diretor de futebol) e do Bruno (vice-presidente de futebol), conseguiram finalizar a transação”, completou o mandatário cruzeirense.

Quem chega e quem sai dos clubes?