Futebol

Hernanes diz que não teve chance de voltar ao São Paulo: “Nunca tive opção”

Publicado às

Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.

Crédito: Reprodução/Twitter oficial Hernanes

Nos últimos dias da janela de transferências de Verdão, o nome de Hernanes começou a ganhar força no São Paulo. Retirado da lista de inscritos da Juventus, da Itália, para a fase de oitavas de final das UEFA Champions League, o futuro do jogador passou a ser ligado ao seu clube formador. porém, dias depois o Hebei Fortune, da China, o anunciou como reforço.

Hernanes é mercenário? Hernanes recusou o São Paulo por causa de dinheiro? O meia trocou o São Paulo pelo Hebei Fortune devido as altas cifras? Todas as perguntas feitas pelos são-paulinos ganharam respostas e a decisão não partiu do meia. Em entrevista ao portal da Band, o jogador revelou que estava aberto a retornar ao Brasil, mas não teve a oportunidade.

LEIA MAIS
CENI SOBRE ‘FRANGO’ À BEIRA DO CAMPO NO MORUMBI: “SEM LUVA DÁ MUITA DIFERENÇA”
GILBERTO QUEBRA A ‘INTERNET’ COM HAT-TRICK NA VITÓRIA DO SÃO PAULO; VEJA MEMES
LECO DIZ QUE SÃO PAULO AINDA PLANEJA COMPRAR MAIS 45% DE LUCAS PRATTO

Isso é interessante porque eu vi algumas notas e é muita sacanagem que colocam as coisas sem saber o que aconteceu. Eu vi “Hernanes troca São Paulo pela China” e nunca aconteceu essa troca, porque o São Paulo fez um contato com a Juventus, mas nunca tive opção de escolher. Pela primeira vez tinha aberto minha cabeça para voltar se tivesse a chance, mas não tive. Quem sabe depois da China. Agora eu me sinto em um momento muito bom, e daqui a algum tempo se eu sentir que ainda posso contribuir, porque não, as coisas podem acontecer“, revelou o meio-campista.

A negociação com o time chinês com a Juventus aconteceu muito rápido, segundo Hernanes. Insatisfeito com a falta de espaço, o jogador recebeu um telefone antes de um jogo da Juve, deu o “OK” para a saída e horas depois já estava vendido.

No futebol as coisas acontecem muito rápidas e foi interessante que eu estava em casa, ia concentrar para jogar no domingo, e no meio dia, meu agente me ligou dizendo que tinha a proposta oficial. Eu falei ‘vamos negociar’, e ele me disse que os clubes estavam conversando e já estavam praticamente de acordo, faltando apenas eu aceitar, e essa é a parte principal. Já tinham acontecido outras propostas da China e eu não tinha aceitado porque eu tinha outros objetivos na Europa e queria ficar por aqui, mas dessa vez eu estava em uma situação um pouco complicada, jogando muito pouco, treinando fora da minha posição. Há duas semanas teve um treino que eu enchi o saco e disse que não queria mais ficar. Então foi assim, duas horas se passaram da ligação pra eu dizer sim, acabei nem concentrando mais“, contou Hernanes sobre a ida pra China.

Formado nas categorias de base do Tricolor, o meio-campista se sagrou bicampeão brasileiro no São Paulo, levantando a taça em 2007 e 2008. Com a camisa tricolor, ele contabilizou 42 gols em 215 partidas oficiais.