DESTAQUE

Libertadores 2017: veja o perfil dos adversários da Chapecoense

Publicado às

Paulistano, 20 anos. Estudante de Comunicação Social-Jornalismo da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

Crédito: Foto: Reprodução

Com a conquista da Copa sul-americana de 2016, a Chapecoense garantiu a sua vaga diretamente para a fase de grupos da Libertadores 2017. O time de Santa Catarina irá compor o grupo 7, ao lado de Lanús-ARG, Nacional-URU e Zulia-VEN, e fará sua estreia contra os venezuelanos, fora de casa, dia 07/03.

Esta será a primeira participação da equipe no maior torneio das Américas, assim como seu primeiro adversário, Zúlia, fundado em 2005. Desde que chegou à série A do Brasileirão, em 2014, a Chape vem fazendo boas temporadas, e representou o Brasil na sul-americana de 2015 e do ano passado, na qual foi campeã.

LEIA MAIS:
LIBERTADORES 2017: CONHEÇA O PERFIL DOS ADVERSÁRIOS DO PALMEIRAS
OPINIÃO: 5 FRUSTRAÇÕES VIVIDAS NA PRIMEIRA VEZ EM UM ESTÁDIO DE FUTEBOL

Com todos os seus adversários desta fase definidos, o Torcedores.com buscou o perfil de cada um, para a torcida do Verdão do Oeste saber o que a equipe vai encarar pela frente no grupo. Confira:

Lanús

Melhor campanha na Libertadores: Quartas de final (2014)
Como se classificou: Campeão do Campeonato Argentino 2016
Estádio: Ciudad de Lanús (capacidade 47 000 mil) – Lanús – Argentina
Time base: Andrada; Gómez, Herrera, Monteseirín, Velázquez; Martínez, Marcone, Pasquini; Moreno, Sand e Acosta. Técnico: Jorge Almirón
Apelido: Granate
Mídias sociais: Mais informações sobre o clube acesse o site, Facebook, Twitter e Instagram
Fique de olho: É difícil selecionar apenas um jogador num time em que o coletivo está surpreendendo. A equipe vem de vitórias importantes contra clubes de maior tradição na Argentina, como River Plate, Estudiantes e San Lorenzo. Talvez um nome a se destacar é o atacante José Sand, camisa 9 e uma grande referência pra equipe no setor ofensivo. É o artilheiro do time na atual temporada do Campeonato Argentino, com 6 gols marcados, e trás a experiência dos seus 36 anos de idade para ajudar em campo

Nacional

Melhor campanha na Libertadores: Campeão (1971, 1980, 1988) mais três vice-campeonatos (1964, 1967 e 1969)
Como se classificou: Vice-campeão Uruguaio (2015-2016)
Estádio: Gran Parque Central (capacidade 26 000 mil) – Montevidéu – Uruguai
Time base: Esteban Conde; Jorge Fucile, Rafael Garcia, Diego Palenta, Alfonso Espino; Romero, Sebastián Fernández, Arismendi; Lozano, Hugo Silveira e Ramirez. Técnico: Martin Lasarte
Apelido: Bolsilludos/Tricolores
Mídias sociais: Fique por dentro da rotina da equipe através do Facebook, Twitter, Instagram e site oficial
Fique de olho: A Chape precisa ficar mais atenta com o meia-atacante Sebastián Fernández. O jogador de 31 anos tem fama de finalizador, e em 78 partidas pelo clube marcou 19 gols. Ele ainda compôs o elenco da Seleção Uruguaia na Copa do Mundo de 2010, tem passagem pelo Málaga, da Espanha, e atua no Nacional desde 2014.

Zulia

Melhor campanha na Libertadores: 1ª participação na Libertadores
Como se classificou: Vice-campeão venezuelano em 2016
Estádio: José Pachencho Romero (capacidade 42 000 mil) – Maracaibo – Venezuela
Time base: Renny Vega; Daniel Rivillo, Hervé Kambou, Edixon Cuevas, Sandro Notaroberto; Johao Martínez, Junior Moreno; Jefferson Savarino, Yohandry Orozco, Juan Arango; Sergio Unrein. Técnico: Daniel Farías.
Apelido: Petroleros
Mídias sociais: Conheça mais sobre o Zúlia FC pelo www.zuliafc.com.ve, no Facebook, Twitter ou Instagram
Fique de olho: O meia Jefferson Savarino é considerado um dos jogadores mais habilidosos da equipe, além de usar bem a velocidade na criação de jogadas. Tem a responsabilidade de ser o camisa 10 do Zúlia, e com apenas 20 anos de idade, foi destaque na última temporada do Campeonato Venezuelano, com 18 gols marcados.