DESTAQUE

Lucas Pratto: Saiba detalhes do contrato do atacante no São Paulo

Publicado às

Estudante de jornalismo e atualmente setorista do São Paulo no Torcedores.com

Lucas Pratto

Foto: Lucas Pratto

Crédito: Crédito da foto: Divulgação/saopaulofc.net

O São Paulo anunciou a contratação de Lucas Pratto na última sexta (10) e apresentou o atacante para a torcida ontem (12) e aos jornalistas nesta segunda. A negociação no entanto tem vários pontos que geram divergência na mídia e dúvidas na torcida. O Torcedores.com trás para você detalhes como tempo de contrato, valor investido e porcentagem que pode ser adquirida.

Pratto foi contratado pelo São Paulo por 4 anos (dezembro de 2020) por 50% dos direitos que pertenciam ao Atlético Mineiro por R$ 20,5 milhões ou 6,5 milhões de euros. O valor foi dividido em três parcelas: 3,2 milhões agora, 1,5 milhão em abril e 1,5 milhão em julho.

LEIA MAIS:

COM ESTREIA DE CENI NO MORUMBI, GOLEADA DO SÃO PAULO ELEVA AUDIÊNCIA DA GLOBO

ALOÍSIO CHULAPA DÁ ‘BENÇÃO’ PARA PRATTO USAR A CAMISA 14; ASSISTA

LECO DIZ QUE CICLO DE CONTRATAÇÕES DO SÃO PAULO ‘NÃO ESTÁ FECHADO’

Quem mantém os outros 50% ?

Outros 50% estão divididos entre Atlético Mineiro (45%) e Supermercados BH(5%), ex-clube e investidor que ajudou para o time mineiro contratar o atacante em 2015.

O São Paulo tem comprar o restante dos direitos ?

Apenas em caso de cumprimento de metas. Pratto teria que bater algumas metas no São Paulo e na Seleção Argentina ao longo dos quatro anos. Seriam 15% no fim de 2017, 15% no fim de 2018 e 15% no fim de 2019. O pagamento seria de 1,5 milhão de euros nos dois primeiros anos e um outro valor no próximo ano. Caso não ocorra, clube e jogador seguem a vida e a meta é renovada para a próxima temporada.

Quem sugeriu a claúsula de compra de percentuais ?

A proposta foi idealizada por Leco. O presidente são-paulino quis aumentar a posse sobre os direitos do jogador.

É obrigado a vender em junho de 2017?

Não. A venda passa a ser obrigatória em janeiro de 2018 caso haja proposta superior a 11 milhões de euros e o salário do atleta seja dobrado. Com as condições, a provável oferta pode vir da China.

Tem como se defender da proposta ?

O São Paulo pode comprar o percentual restante que pertence ao Atlético Mineiro e ficar com o atacante.

E se o jogador quiser ficar ?

Lucas Pratto só sai se quiser do São Paulo. Mesmo que em 2018 chegue uma oferta que cumpra os requisitos do contrato, o jogador só deixa o Morumbi por vontade própria.

O São Paulo fica no prejuízo em caso de saída de Pratto?

No pior dos cenários, o São Paulo receberia pelos 50% um valor de 7 milhões de euros, 800 mil a mais do que pagou ao Atlético Mineiro. Outros 4 milhões seriam repassados ao clube mineiro e o investidor.