Veja os motivos que levaram o Flu a recusar a proposta milionária por atacante

Durante o período de transferências, os clubes brasileiros têm a difícil missão de segurar seus principais atletas e montar um time competitivo de acordo com sua realidade financeira, como é o caso do Fluminense, que teve que ter pulso firme para não se desfazer do jovem atacante Richarlison, assediado pelo Ajax, da Holanda.

Ramon Lopes
Foi editor do semanário BolanoBarbante, apaixonado por esportes, entusiasta das corridas de rua e dos jogos de tênis.

Crédito: Nelson Perez/Fluminense/Divulgação

A principio, o clube holandês ofereceu pela compra do atleta cerca de 9 milhões de euros ou R$ 30 milhões. Contudo, alguns fatores jogaram a favor do time das Laranjeiras, como o pouco tempo para concretizar a transação, visto que terça-feira(31), foi o último dia da janela de transferências de jogadores do Brasil para a Europa.

LEIA MAIS:
FLUMINENSE X RESENDE: ASSISTA OS GOLS DA PARTIDA
FLU RECUSA OFERTA MILIONÁRIA DE CLUBE HOLANDÊS POR JOVEM ATACANTE

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Além disso, o técnico Abel Braga foi outro que corroborou com a permanência do atacante, já que pretende contar com o atleta em 2017. Para completar, caso Richarlison se transferisse para a Holanda, o lucro do Fluminense não seria tão grande como se imagina, já que o jogador renderia aos cofres do Tricolor apenas R$ 5 milhões a mais do que foi investido quando comprou 50% dos direitos econômicos junto ao América-MG, por R$10 milhões, em janeiro de 2016.

A proposta do Ajax era a seguinte, como informa o GloboEsporte: 85% dos direitos econômicos de Richarlison por R$ 30 milhões, montante que seria dividido em 50% para o Flu e os outros 50% com os times por onde o atleta passou, como no caso do América-MG. Desta forma, o Tricolor faturaria R$ 15 milhões, cinco a mais de que quando negociou o jogador com o clube mineiro, quantia que não era do agrado da diretoria,

Desde sua contratação, Richarlison disputou 33 jogos com a camisa do Flu, balançando as redes em apenas quatro oportunidades. Com apenas 19 anos, o jogador oscilou basatnte em 2016, mas voltou a se destacar novamente com o bom desempenho com a Seleção Brasileira no Sul-Americano sub-20.