DESTAQUE

Musa do Brasil de Pelotas é presa em ação policial

Publicado às

Estudante de Geografia, entretanto, apaixonado por Jornalismo Esportivo. No Torcedores.com, escrevo sobre o Esporte Gaúcho em diversas modalidades. Além disso, falo sobre Futebol Feminino, NFL e Automobilismo

Crédito: Divulgação G.E.Brasil

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul por meio da DEFREC, delegacia especializada em roubos e entorpecentes em Pelotas, deflagrou na manhã desta quarta-feira a ‘Operação Kastaschesi’, que busca desmantelar uma das quadrilhas que domina o tráfico de drogas na cidade e na Galeria C do Presídio Regional de Pelotas.

Dentre as suspeitas, estava Daiana Feitas, musa do Grêmio Esportivo Brasil em 2016, a musa Xavante no ano passado foi detida em Charqueadas, cidade próxima à Porto Alegre, onde estava fazendo uma visita íntima ao seu companheiro, que no ano passado participou de uma fuga do presídio de Pelotas. Esta não é a primeira vez que Daiana causa polêmica na cidade. No ano passado, ela protagonizou cenas lamentáveis ao espancar uma comerciante no centro popular de compras do município. O delegado do caso declarou à imprensa que Daiana assim que chegar em Pelotas será ouvida e encaminhada ao Presídio Regional.

A operação cumpriu nove dos doze mandados de prisão, sendo oito em Pelotas, em diversos bairros,estes com a participação de seis homens e duas mulheres. A Polícia Civil relatou que em um ano a quadrilha movimentou cerca de quatro milhões de reais, com a verba oriunda do tráfico, a quadrilha aplicava o valor em veículos, embarcações e imóveis, alguns em nome de Daiana.

Ao total, 14 imóveis foram apreendidos,  oito já sequestrados e nove veículos, alguns deles de luxo foram confiscados na operação.

Em nota, o Brasil divulgou que Daiana não possuía nenhum vínculo com o clube e que a nova musa para a temporada já havia sido eleita. Daiana tinha sua presença confirmada no ‘Baile Vermelho e Preto’ evento de carnaval que leva as cores do clube, a festa está marcada para esta quinta-feira.

Procurado pela reportagem do Torcedores.com, o delegado Rafael Lopes, não quis dar detalhes maiores.