DESTAQUE

No Twitter, Noguera explica caso de ameaça a jornalista

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Ivan Storti/ Flickr oficial do Santos FC

No final de janeiro, o zagueiro Fabián Noguera se envolveu em uma polêmica em uma discussão com o jornalista Lucas Musetti, da TV Tribuna e do Globoesporte.com depois do amistoso entre Santos e KAC Kénitra, no Pacaembu. Quase um mês após o ocorrido, o jogador resolveu falar sobre o assunto.

Em seu perfil no Twitter, o defensor do Peixe postou uma mensagem na qual explicou a sua versão do caso, negando qualquer tipo de agressão ao jornalista e afirmando que apenas o cobrou sobre críticas que Musetti teria feito ao zagueiro.

LEIA MAIS

GOTZE É AFASTADO DO BORUSSIA POR “DISTÚRBIOS METABÓLICOS”

COPETE PROJETA ‘FINAL’ EM CLÁSSICO ENTRE SANTOS E CORINTHIANS

“Após a partida do Santos contra o Kénitra, me informei que o único comentário negativo tinha sido feito por um jornalista em particular e apontando para mim. Na verdade, não era a primeira vez que recebi comentários dessa pessoa, muitas vezes maliciosamente. Foi por isso que, quando a partida acabou, pedi um momento para falar na zona mista. Ele, que estava por trás da cerca, passou pela segurança, autorizado por mim, para falarmos em particular”, disse Noguera.

“Nos afastamos uns cinco ou seis metros para conversar, ficando à vista dos jornalistas e funcionários do clube e perguntei se havia algum interesse particular em me criticar porque eu estava sofrendo no meu trabalho. Ele me pediu para não levá-lo mais, ele queria continuar o trabalho e respondi que me deixasse trabalhar tranquilo também. Apenas isso, uma troca verbal. Não houve nenhum tipo de ameaça e muito menos uma agressão física”, completou o argentino.

Na nota, o zagueiro do Peixe criticou a cobertura feita do caso, afirmando que a acusação de Musetti só teria tomado conta da imprensa dias depois do jogo, acontecido no dia 28 de janeiro.

“Se o fato ocorrido tivesse acontecido, tendo em vista os seus colegas, a notícia não teria irrompido os portais e as redes sociais pouco depois? Nada disso aconteceu, nem no dia seguinte, nem dois dias depois e nem três. Curiosamente, a notícia só apareceu na quinta-feira, uma vez que ele pode ver que não foi registrado na primeira lista para jogar o Paulistão, que foi publicada na quarta. Infelizmente, quando a ‘informação’ foi publicada pelas redes sociais e portais, foi tomada logo como verdade, sem a contrastar com as diferentes fontes”, escreveu o zagueiro.

Noguera afirmou existir contra ele um ‘processo de difamação’ que estaria prejudicando seu futebol, mais uma vez negando a agressão ao jornalista e sinalizando um processo contra Musetti pelas acusações.

(Crédito da foto: Ivan Storti/ Flickr oficial do Santos FC)