Futebol

Nova Nascar: As várias mudanças para a temporada 2017

Publicado às

Vocação jornalística e esportiva desde a infância. Colaborador desde 2015 com matérias/artigos, principalmente nas coberturas do automobilismo, futebol americano e esportes eletrônicos.

A ultrapassem decisiva em Daytona 500

Crédito: NASCAR / Twitter

A Nascar está voltando, e a temporada de 2017 estará com várias mudanças técnicas, que envolvem até mesmo a mudança de patrocínio.

A espera finalmente está terminando e a temporada 2017 da Nascar finalmente está para começar. A partir do dia 18 de fevereiro, os carros voltarão a pista para duas semanas de exibição em Daytona. E no dia 26 de fevereiro, irá iniciar-se oficialmente a Nascar MonsterEnergy Cup. E a temporada começará com uma série de mudanças, dentro e fora dos paddocks.

Primeiramente, uma drástica mudança no formato das corridas, buscando aumentar a competitividade dentre todos os pilotos, forçando equilíbrio e atraindo ainda mais audiência do público norte-americano. Todas as corridas serão dividias em 3 etapas. As duas primeiras etapas terão 1/4 da duração original da corrida, e a etapa final terá a metade final das voltas.

Os carros não serão recolhidos após os términos de cada estágio, mas uma bandeira amarela de competição será acionada, liberando a entrada dos pits. Os pilotos que chegarem entre 1º e 10º receberão entre 10 e 1 ponto no campeonato, respectivamente. O vencedor da etapa decisiva receberá 40 pontos, que irão de forma decrescente do 2º até o 35º. Os pilotos que chegarem entre 36º até 40º receberão 1 ponto. O vencedor de cada etapa ainda receberá 1 “playoff point”, e da etapa final, 5 “playoff points”.

A etapa final do campeonato também deixará de ter o nome “Chase for the Championship” para ser chamado de simplesmente “Playoffs”. O critério para avançar à etapa decisiva segue sendo o número de vitórias, com os pontos sendo critério de desempate. Avançarão os 16 pilotos mais bem qualificados. Os pontos serão resetados apenas na 1ª etapa dos Playoffs, ou seja, os vencedores das etapas anteriores à final seguirão com vantagem.

Uma mudança técnica também está prevista para a temporada 2017. Não serão mais permitidos carros seguirem na pista se estiverem danificados. Quando um piloto sofrer um acidente com seu carro, a equipe terá 5 minutos para colocar o veículo em condições mínimas de segurança para retornar a pista. Caso o prazo seja expirado, e o carro sem as condições adequadas, o piloto estará fora da corrida. Os reparos estão limitados apenas a carroçaria do carro.

Outra mudança importante consiste no início das corridas. Os pilotos terão que iniciar as provas com os mesmos pneus usados nos qualifyings. Em algumas corridas, haverão menos jogos de pneus disponíveis para as equipes. Os carros ainda terão que estar equipados com estrutura de segurança adequada, com alguns detalhes técnicos obrigatórios em algumas provas.