Opinião

Opinião: Borja precisou de apenas um lance para mostrar seu cartão de visita

Publicado às

Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.

Crédito: Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Quase 20 dias depois de ser anunciado como a principal contratação do Palmeiras na temporada, o colombiano Miguel Angel Borja fez sua estreia apenas ontem pelo Verdão. O jogador que foi apresentado na tarde de ontem, começou o jogo no banco de reservas e precisou de apenas 16 minutos para marcar seu primeiro gol com a camisa alviverde e já mostrou seu cartão de visita para a torcida e seus concorrentes de ataque.

A torcida do Palmeiras estava ansiosa para a estreia do atacante colombiano, que foi a contratação mais cara da história do Verdão e logo na estreia Borja não decepcionou a torcida, o atacante entrou em um jogo duro, onde a Ferroviária pressionava o alviverde em busca do empate.

LEIA MAIS:
VÍDEO: BERRÍO APLICA DRIBLE HUMILHANTE EM WAGNER E DEIXA RIVAL SENTADO
VÍDEO: CHICO PINHEIRO CONVIDA ATLETICANOS PARA O CARNAVAL E SE EMPOLGA “AQUI TAMBÉM É GALO P..”

Mas em um contra-ataque puxado pelo atacante colombiano, o jogo foi definido, em um chute certeiro do atacante, que mostrou frieza, qualidade técnica, força e inteligência em um único lance.

A força foi na dividida no meio de campo, quando venceu o pé de ferro com o adversário, a inteligência foi comprovada na tabela com Dudu e qualidade técnica foi mostrada no chute seco e certeiro do artilheiro. Borja estava na frente do goleiro, na diagonal e tinha duas opções bater cruzado ou finalizar no canto do goleiro, o colombiano optou pela segunda e mostrou toda sua categoria, colocando curva na bola e tirando do goleiro.

Borja é uma daquela contratações que tem tudo para dar certo, não vem como aposta e vale o investimento. O jogador já mostrou seu poder de finalização diversas vezes, na Libertadores, contra o São Paulo e no decorrer Copa Sul Americana também contra o Coritiba e além do mais, nenhum atacante marca 39 gols em um ano a toa.

Assista ao gol de Miguel Borja, onde o atacante mostra toda sua frieza e categoria na frente do goleiro: