Futebol

Opinião: Respeite Arsène Wenger

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Créditos: Facebook Oficial/Arsenal FC

Com os péssimos resultados dos últimos anos, a imagem do treinador Arsène Wenger ficou muito desgastada com a torcida do Arsenal, é verdade. O problema é que os torcedores estão esquecendo de todos os bons momentos em que os Gunners passaram sob o comando do francês e que ele foi o principal responsável por elevar o patamar do clube.

LEIA MAIS: BARÇA ESTUDA CONTRATAÇÃO DE LATERAL DO ARSENAL

Que os resultados nas últimas temporadas vêm sendo irritantes para a torcida do time londrino, isso é indiscutível. Porém, a torcida não pode se tornar ingrata com o treinador que tanto fez pelo clube. É óbvio que nenhum time vive apenas do passado, afinal, ‘novas’ equipes sempre aparecem querendo roubar a cena, mas é importante lembrar que provavelmente o Arsenal não estaria onde está hoje se não fossem os feitos do técnico francês nesses 20 anos de casa.

Antes de Arsène Wenger chegar, o Arsenal passou períodos sabáticos, sendo conhecido por jogar um futebol feio e sem brilho. Quando o francês chegou ao clube, ele recuperou a confiança do time e montou um verdadeiro esquadrão. “Os Invencíveis”, time campeão invicto da Premier League 2003-04, é considerado por muitos um dos melhores times da história do futebol. Sem contar que foi graças ao Wenger a contração do maior ídolo da história do time, o compatriota Thierry Henry.

E a Champions League, torneio em que o Arsenal conquistou a fama de ser eliminado nas oitavas-de-final todo ano? Bom, o elenco treinado por Wenger também foi o único na história do time a chegar à final da competição, quando acabou perdendo para o Barcelona em 2006. É também mérito do francês ter classificado os Gunners para todas as últimas 20 edições da Liga da Campeões, o que é algo bem notável, já que o Arsenal disputa uma liga tão difícil e competitiva, que é a inglesa, obviamente.

Certamente a hora dele sair do time já chegou, e até creio que ele já percebeu isso. Apenas peço mais paciência e respeito com a pessoa responsável por mudar a história dessa grande equipe, para não acabar jogando na lixeira tudo o que essa verdadeira lenda do futebol já fez, pois, provavelmente, temos poucos meses até que Wenger se despeça do Arsenal.