Paris Saint-Germain 4 x 0 Barcelona: veja a repercussão no mundo

PSG x Barcelona
Divulgação/ Site Oficial da UEFA

Pode-se dizer que ontem, grande parte dos jornais esportivos de todo o mundo esperavam um jogo mais igual entre Paris Saint-Germain e Barcelona pela Champions League. A verdade é que todos foram pegos de surpresa pela goleada imposta pelo time de Paris e por como o PSG quase não deu espaço para o jogo do Barcelona. Veja a repercussão da derrota nos jornais!

O Mundo Deportivo, jornal esportivo catalão traz em destaque uma análise sobre “os sete pecados capitais do Barcelona” na partida de ontem. Segundo os pontos principais da análise do jornalista Ángel Perez, o Barcelona sofreu com o que chamou de “teia de aranha” no meio de campo do PSG, com Matuidi, Verratti e Rabiot, que segundo dados levantados pelo Mundo Deportivo, recuperou 28 bolas, enquanto o trio formado por Iniesta, André Gomes e Busquets recuperou somente doze. O único que foi “salvo” pela análise do jornal foi o goleiro alemão Ter Stegen, do Barcelona, pelas defesas que fez ao longo do jogo. Neymar foi citado como o único que poderia ter partido para cima do lado direito do PSG, mas foi sufocado pela defesa composta por Meunier e a ajuda defensiva de Verratti e Rabiot. Além disso, a análise do jornal diz que o Barcelona não teve pegada nenhuma para uma partida do tamanho da que disputou ontem. Ressaltou que o trio MSN não foi capaz de decidir a partida em nenhum momento, que Messi e Suárez praticamente não apareceram no jogo e que Neymar foi o mais ativo do trio, roubando 11 bolas na partida. Entretanto, nenhum chute efetivo foi dado por nenhum dos três no jogo. O jornal também criticou Luís Enrique, dizendo que em um momento em que o time precisava de uma reação, já com 3 a 0 no placar, o treinador não pôs Paco Alcácer, atacante recém-contratado pelo Barcelona.

LEIA MAIS:
PRESENTE EM PSG 4 X 0 BARCELONA, WESLEY SAFADÃO “CORNETA” MESSI EM REDE SOCIAL; VEJA
“DO BARCELONA, VI O NEYMAR E O GOLEIRO JOGAREM” DIZ TITE SOBRE DERROTA DO BARCELONA

O Marca, jornal esportivo espanhol, destacou uma entrevista dada por Luís Enrique a um canal de TV, onde nervoso, e um pouco violento, disse que a responsabilidade pelo resultado era dele. Luís Enrique disse na entrevista: “O Paris Saint-Germain foi superior com e sem a bola. Foram mais efetivos e o resultado reflete claramente o que aconteceu. Não acho que tenho que explicar muita coisa aos culés. A responsabilidade é minha. Se tiver que individualizar, faça isso com o treinador. Os jogadores são os mesmos que ganharam em outros dias”, disse o treinador à TV3.

O Marca fez uma votação online em seu site, destacando a “lista negra de Paris”, onde os mais rejeitados foram o técnico Luís Enrique, o volante André Gomes e logo em seguida, Luís Suárez e Messi. Como na análise feita pelo Mundo Deportivo, os que também na opinião dos torcedores se salvaram foram o goleiro Ter Stegen e o atacante brasileiro Neymar.



Estudante de Biblioteconomia na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) e colaborador pleno do Torcedores.com desde fevereiro de 2017.