DESTAQUE

Perdeu o UFC 208? Então veja TODOS os resultados da noite

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Facebook Oficial do UFC

O UFC 208 foi realizado na noite deste sábado (11), no bairro do Brooklyn, em Nova York. A principal atração foi a luta que concedeu o cinturão inaugural do peso-pena feminino entre a ex-campeã dos galos Holly Holm e Germaine de Randamie, além da presença dos brasileiros Anderson Silva, Ronaldo Jacaré e Glover Teixeira, entre outros.

Os brasileiros tiveram uma noite de sucesso no card, com quatro vitórias e apenas uma derrota nas lutas que realizaram no dia, com destaque para os triunfos do ‘Spider’ e de Jacaré sobre, respectivamente, Derek Brunson e Tim Boetsch,

LEIA MAIS

ALDO X HOLLOWAY, AGORA É OFICIAL

O Torcedores.com mostra agora um resumo de TODOS os resultados das lutas do UFC 208, que consagrou uma nova campeã do Ultimate e trouxe muita polêmica, emoção e apenas uma luta que não foi para a decisão dos árbitros.

RESULTADOS – UFC 208: Holm vs. De Randamie

CARD PRINCIPAL

Germaine de Randamie (HOL) venceu Holly Holm (EUA) por decisão unânime dos jurados (triplo 48-47) – De Randamie venceu o cinturão inaugural dos penas do UFC)

Anderson Silva (BRA) venceu Derek Brunson (EUA) por decisão unânime dos jurados (duplo 29-28 e 30-27)

Ronaldo Jacaré (BRA) venceu Tim Boetsch (EUA) por finalização/kimura (primeiro round, 3:41)

Glover Teixeira (BRA) venceu Jared Cannonier (EUA) por decisão unânime dos jurados (triplo 30-26)

Dustin Poirier (EUA) venceu Jim Miller(EUA) por decisão majoritária dos jurados (28-28, 30-27 e 29-28)

CARD PRELIMINAR

Belal Muhammad (PLE) venceu Randy Brown (JAM) por decisão unânime dos jurados (duplo 30-27 e 29-28)

Wilson Reis (BRA) venceu Ulka Sasaki (JPN) por decisão unânime dos jurados (triplo 29-28)

Islam Makhachev (RUS) venceu Nik Lentz (EUA) por decisão unânime dos jurados (duplo 30-25 e 30-27)

Rick Glenn (EUA) venceu Philippe Nover (EUA) por decisão dividida dos jurados (duplo 29-28 e 27-30)

Ryan LaFlare (EUA) venceu Roan Jucão (BRA) por decisão unânime dos jurados (30-26, 30-27 e 29-28)

 

(Crédito da foto: Reprodução/Facebook Oficial do UFC)