Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Presidente do Fluminense diz que a folha salarial será enxugada em 2017

Durante entrevista ao programa Camarote, do canal Premiere, o presidente Pedro Abad garante que a folha salarial do elenco do Fluminense será enxugada em 2017.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Mailson Santana/Fluminense FC/Divulgação

“Ainda tem gordura para queimar. Isso é um processo. A gente tenta acelerar ao máximo, mas tem uma hora que chega ao limite das situações contratuais e da própria legislação. É um processo gradual. No futebol você erra ou acerta na hora que assina o contrato. Tem muito mais análise do que simplesmente avaliar se o jogador é bom. É preciso analisar tempo de contrato, remuneração, retorno. Se você faz um contrato com um jogador de três anos pagando R$ 300 mil mensais, você está empenhando o clube em mais de R$ 12 milhões. Essa responsabilidade, essa forma de fazer futebol que estamos propondo estamos conseguindo”, diz.

LEIA MAIS:
PEDRO ABAD FALA QUE FLU AINDA NÃO DECIDIU SE IRÁ FECHAR PATROCÍNIO COM A CAIXA

Abad garante que aos poucos vai conseguindo deixar o elenco do Fluminense conforme o planejado, mas explica que os atletas que não se encaixam no perfil do clube será repassado para outro clube.

“Naturalmente leva um tempo até que você deixe o elenco da forma que quer, com a estratégia de montagem dele adequada. Temos um percentual de jogadores da base bastante interessante. Aos poucos vamos trocando. Jogadores que não encaixam nesse perfil por outros que se encaixam. É um trabalho que leva um tempinho, é um processo”, falou o mandatário tricolor.