PSG x Barcelona: Confira a análise da imprensa

Foto: Divulgação

Paris Saint-Germain e Barcelona se enfrentarão nesta terça-feira (12), pelo primeiro jogo das oitavas de final da Uefa Champions League, em pleno Parc des Princes, na França. Bem em seus respectivos campeonatos, os clubes não querem saber de cautela e prometem jogar de igual para igual.

2º colocado na Ligue 1, o PSG vem de um 3×0 contra o Bordeaux e promete encarar os catalães de frente. Sem o zagueiro brasileiro Thiago Silva, machucado e que deve ser substituido pelo jovem francês Presnel Kimpembe, os parisienses se destacam com o meia, também brasileiro, Lucas Moura, e o centroavante uruguaio Edinson Cavani. Melhor defesa da liga e dono do segundo melhor ataque, o time do técnico espanhol Unay Emery quer acabar com o tabu de sempre cair para o time do trio MSN. Com carreira no país de origem, Emery enfrentou o Barça 23 vezes, e triunfou em apenas 1

Leia mais:

PSG x Barcelona: Saiba como assistir ao jogo ao vivo na TV

PSG e Barça chegam em alta para as oitavas na Liga dos Campeões

Já os catalães estão felizes como sempre. Vindos de um sonoro 6×0 diante do Alavés e classificados para a final da Copa do Rey, também são os 2º colocados, mas de La Liga, somente 1 ponto atrás do Real Madrid. Com 61 gols marcados e 18 tomados em 22 partidas, são o melhor ataque e a melhor defesa, no último quesito estão empatados com os rivais madrilenhos. Porém, o contestado lateral espanhol Aleix Vidal se contundiu feio na última partida, ficando 5 meses fora e obrigando o time à ficar somente com o meia espanhol Sergi Roberto improvisado. De olho no mercado para suprir essa ausência, muito se fala da contratação do brasileiro Michel, ex-Atlético Mineiro, e a volta de Douglas, ex-São Paulo. Essa parte direita será um bom lugar para os parisienses explorarem.

O fato é que são duas equipes de expressão na atualidade (os franceses mais pelo poder aquisitivo), mas que sobram sempre em seus campeonatos nacionais. Quando se enfrentam, a vantagem dos espanhóis fica nítida. E é isso que Unay Emery planeja mudar, declarando que seu time não é inferior à nenhum outro e apostando em duelos pessoais para sair com a vantagem. Mas Luis Enrique confia em seu trio, e deixa claro que a rotação feita no elenco os deixam descansados para aguentar qualquer tipo de pressão, seja de quem for.



Amante da NBA e do futebol, informo e opino da maneira mais descontraída possível. Curso Educação Física na FESB, e sonho trabalhar no Santos FC.