Relembre os 10 piores erros de arbitragem que já aconteceram no Brasil

O clássico entre Corinthians e Palmeiras deu o que falar mais pelo erro da arbitragem de Thiago Peixoto do que pelo próprio futebol apresentado pelas equipes.

Bruno Barbato
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Foto: Reprodução

Pensando nisso, o Torcedores.com vai relembrar alguns dos piores erros na história da arbitragem brasileira ao longo dos anos.

Confira:

1 – Santos 0 x 0 Portuguesa: Final do Campeonato Paulista de 1973

Certamente uma das maiores lambanças, se não a maior. Era decisão do Paulistão de 1973, onde Santos e Portuguesa ficaram no empate sem gols no tempo normal e foram para as decisões de penalidades máximas.

O Peixe converteu dois em 3 cobranças, e a Portuguesa errou suas 3, mas o árbitro Armando Marques ficou bastante confuso, se perdeu e acabou esquecendo das demais cobranças, declarando o Santos como campeão Paulista.

Algum tempo depois a FPF resolveu agir para corrigir o erro e declarou as duas equipes campeãs nesta temporada.

2 – Grêmio 6×0 Marília: Copa São Paulo 2011

O árbitro da partida não validou o gol da equipe gaúcha em cobrança de pênalti. A bola foi no ângulo e furou a rede do goleiro do Marília. Os jogadores comemoraram mas o árbitro assinalou tiro de meta e a jogada seguiu.

De fato um dos erros mais absurdos de arbitragem.

3 – Corinthians 2×2 Portuguesa – Semifinal do Campeonato Paulista de 1998

A Lusa vencia no Morumbi o Corinthians por 2 a 1 e ia garantindo a vaga para a grande final do Paulistão daquela temporada. Mas, já próximo do final da partida, Emerson dominou a bola com o peito, mas o árbitro assinalou pênalti erroneamente que garantiu a classificação do Timão para mais uma final.

4 – Santos 1×1 Botafogo – Final do Campeonato Brasileiro 2016

O Peixe precisava da vitória para garantir o título brasileiro, mas, o árbitro Marcio Rezende de Freitas que já havia errado outras vezes na partida (uma delas no gol do Botafogo de Tulio que estava impedido), acabou pisando na bola e deixando a torcida santista irada com a anulação do gol de Camanducaia, que estava em condição legal e que daria o título inédito para o Santos.

https://www.youtube.com/watch?v=rFmkJcsXUZU

5 – Corinthians 1×1 Internacional – Campeonato Brasileiro de 2005

O mais lembrado na última década, o pênalti sobre Tinga foi claríssimo, até pela narração de Cleber Machado, afinal, a entrada do goleiro Fábio Costa é totalmente imprudente, acertando o volante do Inter.

Mas, o árbitro não só ignorou o pênalti como expulsou Tinga.

6 – Santacruzense 1×1 Atlético Sorocaba – Copa Paulista 2006

Um lance totalmente absurdo. Pela tradicional Copa Paulista, Santacruzense perdia para o Atlético Sorocaba, mas, um chute de fora da área e a bola tocou na rede pelo lado de fora.

Após o lance, um gandula empurrou uma bola para dentro do gol, e ai, o bandeirinha correu para o meio e o juiz validou o “gol”. No fim, os donos da casa garantiram o empate graças a esse gol.

7 – Fluminense 2×1 Ponte Preta – Campeonato Brasileiro 2012

No ano em que conquistou o Brasileirão pela última vez, o Fluminense teve uma grande ajuda no jogo contra a Ponte Preta. Marcos Junior ia cair e puxou Renê Junior. O árbitro assinalou uma falta invertida de Renê. Na cobrança, os cariocas marcaram.

https://www.youtube.com/watch?v=6Nk53Kj67og

8 – Santos 3×2 Corinthians – Campeonato Brasileiro 2012

Em 2012 o Peixe bateu o Timão graças a um gol em que aconteceram 3 impedimentos no mesmo lance. Pois é, o árbitro teve 3 oportunidades para acertar mas conseguiu errar em todas. Triplo impedimento do Santos.

9 – Fluminense 2×1 Náutico – Campeonato Brasileiro 2012

Mais um lance do Flu em 2012 quando vencia os pernambucanos por 2 a 1, e aos 42 da segunda etapa, Kim foi deslocado no momento de empurrar a bola para as redes. O juiz nada assinalou

10 – Palmeiras 0x1 São Paulo – Campeonato Paulista 1971

Na temporada de 71, Palmeiras e São Paulo decidiram o Paulistão, e o Tricolor se sagrou campeão vencendo por 1 a 0. Mas, novamente em um lance envolvendo Armando Marques, o árbitro anulou um gol legal de Leivinha, alegando que o mesmo fez com o braço. A imagem mostra Leivinha efetuando uma bela cabeçada.