Futebol

Renato Gaúcho se compara a Cristiano Ronaldo e diz “queria vê-lo ser campeão com salários atrasados”

Publicado às

Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Sport x Grêmio

Foto: Grêmio

Crédito: Crédito da imagem: Lucas Uebel/ Grêmio FBPA

Não há dúvidas que Renato Gaúcho é um dos personagens mais polêmicos do futebol brasileiro. O ex-ponta-direita e atual treinador do Grêmio mostrou estar com a língua afiada ao se comparar com o astro português Cristiano Ronaldo, eleito quatro vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa, e ironizou o atacante do Real Madrid.

“Eu queria ver o Cristiano Ronaldo jogar nos clubes onde eu joguei, em alguns clubes com três, quatro meses de salários atrasados, e ser campeão como eu fui… e eu queria estar no Real Madrid hoje, jogando uma vez por semana e com aqueles colegas que ele tem ao lado”, disparou Renato, durante participação no programa “Bola da Vez”, que irá ao ar na ESPN Brasil na noite desta terça-feira (14), às 21h30.

VEJA MAIS:
Ex-volante do Grêmio marca o primeiro gol pelo Hamburgo
Grêmio x Passo Fundo: assista aos melhores momentos da partida 

Como jogador, Renato Gaúcho viveu o seu auge no Grêmio entre 82 e 87, tendo conquistado os títulos da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes, ambos em 83 e o bicampeonato gaúcho (85 e 86). Ele ainda teve passagem marcante pelo Flamengo, sendo campeão da Copa União de 1987 e da Copa do Brasil de 1990. No Fluminense, entre 95 e 97, levou o Campeonato Carioca de 95. No Cruzeiro, foi campeão mineiro de 92.

Após pendurar as chuteiras, Renato investiu na carreira de treinador, tendo passagens por Fluminense, Vasco, Grêmio e outros clubes. No segundo semestre de 2016, ele iniciou a terceira passagem pelo Tricolor e levou o time à conquista da Copa do Brasil.