Esportes Universitários

Respeito e diversidade cultural no esporte universitário

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Todo ano o Juca (Jogos universitários de comunicação e artes) é organizado por universitários. Porém, este ano há uma campanha especial para incentivar o respeito e a melhor aceitação do outro, seja ele diferente de você por raça, opção sexual ou gênero.

O Juca é um evento onde universitários vão e lá praticam diversos esportes numa competição entre faculdades. Porém, este ano foi decidido que o evento daria atenção a algo que vem acontecendo tanto no esporte quanto em faculdades. Temas que não são discutidos, mas são extremamente recorrentes e precisam ser combatidos.

A intolerância no esporte é algo recorrente, já soubemos de agressões físicas e verbais a pessoas que simplesmente fazem uma escolha diferente. A ideia é fazer a diferença, incentivando cada vez mais o respeito e aceitação.

Para isso, a organização do Juca fez uma palestra, trazendo convidados para abordar vários assuntos, como a violência contra a mulher.

Durante jogos, há uma proposta de campanha de defesa a mulher para que nas festas e eventos mulheres usem uma pulseira rosa, que quer dizer que a portadora esta disposta a ouvir e ajudar companheiras que se sentirem ameaçadas ou assustadas de alguma forma.

Isso serve como uma medida contra o estupro e o assédio, temas que foram muito abordados, juntamente com sua definição.

Os dados apresentados quanto a isso são preocupantes, segundo a palestrante Livia, do blog nosmulheresdaperiferia.com.br, uma mulher é estuprada a casa 11 minutos no Brasil, é uma média muito alta.

Livia também explicou questões que nem sempre são compreendidas sobre o feminismo. O movimento tem como ideologia resguardar o direito de escolha da mulher, e mesmo que esta escolha não seja julgada como a melhor de todas ela não deve ser julgada.

Ou seja, o ideal do movimento é garantir que a mulher possa fazer o que ela quiser, sem tomar partido nessa decisão, apenas oferecer a ela o poder da escolha do que ela julga ser melhor para ela mesma.

Além disso, o feminismo também defende a igualdade entre a mulher e o homem, dando aos dois os mesmos direitos e mesmas posições na sociedade.