Na volta aos treinos, Atlético pode ter reforço para o clássico contra o América

Robinho Atlético-MG
Bruno Cantini/CAM
Os jogadores que participaram de boa parte da vitória sobre o Uberlândia por 3 a 0 no último domingo, foram a campo no treinamento realizado na manhã desta quarta-feira na Cidade do Galo, em Vespasiano. O técnico Roger Machado comandou um trabalho técnico e dividiu seus atletas em quatro grupos, cobrando agilidade nos passes em um campo reduzido.

A principal novidade acabou sendo a presença do atacante Robinho que participou normalmente da atividade. O jogador está recuperado de uma pequena fissura na coluna, sofrida no amistoso pela seleção brasileira contra a Colômbia, no dia 25 de janeiro. Como não reclamou de nenhuma dor, ele está liberado pelo departamento médico do clube.

LEIA MAIS:

DIRETOR REBATEU? JOGADOR DE SAÍDA? VEJA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO ATLÉTICO

Agora, fica a expectativa dos próximos dias se Robinho terá ou não condições de estar no clássico deste final de semana diante do América-MG, no estádio do Mineirão. Com mais de 20 dias pela frente até a estreia da equipe na Libertadores da América, a probabilidade é que até lá o camisa 7 esteja em perfeitas condições físicas e técnicas.

Em contrapartida, o goleiro Victor, o zagueiro Erazo e o atacante Luan ainda estão de molho. O primeiro se recupera de uma cirurgia no ombro. Enquanto que os dois últimos fazem fortalecimento muscular no joelho direito.

O confronto contra o Coelho será especial para o lateral Danilo. Revelado pelo América-MG em 2011, ele foi um dos grandes destaque da equipe na temporada passada, marcando inclusive, o gol que deu o título do Estadual sobre o Atlético. Danilo chegou ao Galo sem muito alarde, porém, tem sido peça fundamental neste processo de entrosamento do time.

“Cheguei muito calado e respeitando os companheiros, sabendo aproveitar as chances. Entendo que todos querem jogar, mas o time só tem 11 e um tem que respeitar o outro. É isso que nosso grupo está fazendo. Por isso as coisas estão saindo bem. Quem estiver em melhor momento terá chance para atua”, afirmou.

“Sei o tamanho da minha responsabilidade. Sou um cara concentrado em tudo aquilo que faço. Me preparei muito para este momento, mas senão fosse a ajuda dos meus companheiros dentro de campo e também os que ficam de fora que passam uma mensagem de apoio, nada teria dado certo. Muito feliz pelo meu início e o da equipe que está sendo muito importante”, finalizou Danilo.