DESTAQUE

Samuel comenta lance polêmico com Felipe Melo: “Tentei dar o chapéu nele”

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Felipe Melo

Crédito: Foto: Reprodução/Globo

Lateral do Botafogo-SP, Samuel Santos se envolveu em uma polêmica com o volante Felipe Melo, na partida contra o Palmeiras, no último domingo (5), no Allianz Parque.

Na ocasião, Felipe Melo se desentendeu com alguns atletas do time de Ribeirão Preto, dentre eles Samuel, com quem disputou uma bola na segunda etapa, e após tentar aplicar um chapéu no palmeirense, o mesmo fez o corte e vibrou “na cara” do botafoguense.

Samuel Santos explicou, com exclusividade ao Torcedores.com, o que tentou fazer naquele momento.

“Minha intenção era aplicar um drible nele e fazer uma jogada rumo ao gol. Nós estávamos perdendo e teve esse lance. A bola pingando nos meus pés, o Felipe Melo veio e conseguiu ser mais rápido do que eu e conseguiu desarmar. Ali o intuito não era humilhar, e sim foi um recurso do momento, mas ele acabou me desarmando”, revelou.

O lateral botafoguense ainda explicou detalhadamente como se originou o lance em questão e porque ele teve esse desentendimento com o “Pitbull”, mas fez questão de ressaltar que tudo que aconteceu foram situações do jogo, e que acima de qualquer coisa, o que prevalece é o respeito por um colega de trabalho.

“Então, ali no jogo cada um defende o seu. Eu sempre vou defender as cores do meu clube. Dentro de campo é assim. O Felipe Melo reclamou de 3 faltas do Rafael Bastos pedindo cartão amarelo mas em seguida fez duas faltas no Rafael Bastos. Ai eu fui cobrar o árbitro porque não deu cartão pra ele e ele ficou bravo comigo. Ele mandou eu baixar a bola e jogar o meu futebol. No lance seguinte ele me deu um carrinho e eu pulei, fugi do carrinho dele. Ele falou pra eu colocar o pé na divida, só que não sou maluco de colocar o pé na dividida com ele. Só respondi, não vou por o pé, mas quando tiver com a bola vou te dar uma caneta. Foi ai que tive aquela chance e dei o chapéu, mas ele acabou me desarmando e vibrou, pra chamar a torcida e também pra me provocar, pois eu já tinha amarelo. Depois do jogo ele me parabenizou, a gente se cumprimentou. É coisa de jogo, mas o que sempre prevalece é o respeito, e respeito muito o Felipe Melo”, confessou.

A atitude de Samuel Santos repercutiu positivamente nas redes sociais, ganhando a simpatia de muitos torcedores dos clubes paulistas que disputam o Paulistão 2017.