Futebol

São Paulo tem artilharia ‘democrática’ sob comando de Ceni; veja os artilheiros

Publicado às

Jornalista com passagens pelo Portal R7, Jornal do Trem, Impacto Comunicação, Dialoog Comunicação e Comunicale.

Crédito: Foto por Rubens Chiri / saopaulofc.net

Dono do melhor ataque do Campeonato Paulista, com 17 gols, e na disputa pelo inédito título da Copa do Brasil, o São Paulo conta com um sistema ofensivo ‘democrático’. A força coletiva do Tricolor é compartilhada por boa parte da equipe, que evolui cada vez mais no ataque sob o comando do técnico Rogério Ceni.

Faz sete jogos que sempre um atacante balança as redes: Audax (dois de Chavez), Moto Club (um de Gilberto), Ponte Preta (três de Gilberto), Santos (dois de Luiz Araújo), Mirassol (um de Pratto), São Bento (dois de Pratto) e Novorizontino (um de Gilberto). Dos 18 gols na temporada, 12 foram dos avantes.

LEIA MAIS
VÍDEO: NEILTON DÚVIDA, DENIS COLOCA A BOLA NO ÂNGULO E GANHA APOSTA
CBF DEFINE TABELA DO BRASILEIRÃO; VEJA QUEM SÃO OS PRIMEIROS ADVERSÁRIOS DO SÃO PAULO
TOCA QUE É GOL! SÃO-PAULINOS ADAPTAM MÚSICA DE CALLERI PARA LUCAS PRATTO

O time são-paulino já tem seis jogadores que deram assistências em apenas sete jogos oficiais este ano: Cueva e Luiz Araújo lideram com três passes certeiros para gols, seguidos por Bruno, Gilberto, Júnior Tavares e Rodrigo Caio, com dois cada um. Da mesma forma, o Tricolor conta com diferentes goleadores para furar as defesas adversárias.

De acordo com com Gilberto, a competitividade interna do elenco tem beneficiado o Tricolor. “O Pratto e o Chavez são grandes jogadores e mostraram que sabem fazer gols. Então quem entra e joga representa bem o ataque. Procuro fazer isso também e queremos dar sequência ao bom momento do sistema ofensivo. Quero ajudar o São Paulo assim como os meus companheiros, e vamos trabalhar que isso seja possível”, opinou.

Já o Thiago Mendes, que já marcou dois gols em 2017, afirma que tarefa coletiva de balançar as redes ganhou mais força após a chegada do novo treinador. “O Rogério dá bastante liberdade para chegar ao ataque, e acredito que melhorei ofensivamente por isso. Ele foi fundamental no começo do Campeonato Paulista, e pretendo manter este momento para chegar ainda mais longe”, finalizou o jogador, que tem surgido como uma das surpresas na frente para vazar as defesas rivais.

Apostando na força coletiva, o São Paulo viaja ao Paraná para enfrentar o PSTC, no estádio do Café, nesta quarta-feira (1), às 19h30, em jogo válido pela segunda fase da Copa do Brasil.